Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Berlim assume controlo de três refinarias da Rosfnet

O governo alemão está também a preparar a nacionalização de três importadoras de gás, segundo foi avançado na quinta-feira.

O chanceler alemão, Olaf Scholz, procura soluções para reduzir a dependência energética face à Rússia.
Filip Singer/Epa
Negócios jng@negocios.pt 16 de Setembro de 2022 às 11:23
  • Partilhar artigo
  • 13
  • ...

O governo alemão assumiu nesta sexta-feira o controlo de três refinarias detidas pela petrolífera russa Rosfnet ao abrigo de medidas temporárias que permitem a nacionalização de infraestruturas críticas para a segurança do abastecimento energético do país.

 

A Bloomberg escreve que a medida é tomada num momento em que o governo liderado por Olaf Scholz procura alternativas de abastecimento face ao embargo europeu às compras de petróleo russo que terá início no final do ano, e um dia depois de Berlim ter anunciado também que pretende tomar o controlo de três importadoras de gás: Uniper, VNG e Securing Energy for Europe (SEFE).

 

A tomada dos ativos da Rosfnet na Alemanha deverá permitir a continuidade da PCK, uma refinaria do nordeste alemão cuja atividade estava em risco devido à perspetiva de embargo e na qual a energética russa detém uma participação de  54%.

 

Segundo o ministério alemão da Economia, a decisão "contraria a iminente ameaça à segurança do abastecimento energético e dá bases importantes para a preservação e futuro da unidade de Schwedt", escreve a Bloomberg.

 

As unidades da Rosfnet na Alemanha são responsáveis por 12% da capacidade de refinação de combustíveis do país.

 

 

Ver comentários
Saber mais Rosfnet Alemanha petróleo e gás (distribuição)
Outras Notícias