Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Custo do trabalho aumenta 13% devido ao layoff simplificado

A redução do número de horas trabalhadas no segundo trimestre levou a um aumento do custo do trabalho de 13,5%, revelou esta quinta-feira o INE.

O Governo tem vindo a reduzir gradualmente a obrigatoriedade de teletrabalho, deixando os trabalhadores dependentes de acordo com o empregador.
GettyImages
Ana Sanlez anasanlez@negocios.pt 13 de Agosto de 2020 às 12:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Índice de Custo do Trabalho aumentou 13,5% entre abril e junho face ao mesmo período do ano passado, revelou esta quinta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE). A explicação está na "forte redução" do número de horas trabalhadas, que foi "fortemente influenciada pela implementação do regime de layoff simplificado".

Segundo o INE, a evolução resulta de um decréscimo de 0,7% no custo médio por trabalhador, conjugado com a redução de 12,2% no número de horas efetivamente trabalhadas, que foi transversal a todas as atividades económicas analisadas. Na prática, os custos salariais aumentaram 15,2% e os outros custos do trabalho subiram 5,4%

"As variações do custo total e dos custos salariais são superiores às dos outros custos, devido à diminuição ou isenção do pagamento de contribuições sociais das empresas que aderiram ao regime de layoff simplificado", explicita o INE.

O custo médio por trabalhador só não diminuiu na Administração Pública, onde registou uma subida de 2,6%. "Este foi o único conjunto de atividades onde o custo médio por trabalhador não diminuiu, o que estará relacionado com a não adoção do layoff simplificado na Administração Pública", explica o INE.

A análise por setor de atividade revela que na indústria o ICT subiu 13,7% em termos homólogos. Já os serviços registaram um aumento de 9,3%, enquanto na indústria o crescimento foi de 4,7%. Já nas atividades ligadas ao setor público o índice disparou 18,7%, com os custos salariais a aumentarem 19%.

No trimestre anterior, o ICT registou uma subida de 7,7%. Nos primeiros três meses do ano os custos salariais tinham aumentado 7,6%, enquanto os custos de trabalho tinham assinalado uma variação de 8,1%.

Ver comentários
Saber mais INE ICT custo do trabalho layoff
Mais lidas
Outras Notícias