Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ex-governador do Banco Nacional de Angola constituído arguido

A Procuradoria-Geral da República constituiu como arguido o antigo governador do Banco Nacional de Angola, Valter Filipe da Silva. Em causa está uma alegada tentativa de burla do Estado angolano.

Reuters
Celso Filipe cfilipe@negocios.pt 15 de Março de 2018 às 20:02
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

As autoridades judiciais angolanas decidiram actuar, perante suspeitas de burla cometidas pelo antigo governador do banco central de Angola. Valter Filipe da Silva foi investigado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de Angola e acabou esta quinta-feira, 15 de Março, por ser constituído arguido, avançaram a Rádio Nacional de Angola e a TPA, televisão estatal.

Em causa está uma transferêrência de 500 milhões de dólares feita quando dirigia o banco central daquele país - o Banco Nacional de Angola (BNA). Segundo a TPA, o processo envolve outros elementos do banco e exteriores à instituição, sendo que a PGR, liderada por Hélder Pitta Grós, quer "celeridade" no processo.  

Valter Filipe da Siva foi exonerado do BNA a 10 de Novembro de 2017, tendo sido substituído no cargo por José de Lima Massano. Segundo o blogue Maka Angola, que cita fontes institucionais, o ex-presidente do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno dos Santos, filho do antigo presidente do país José Eduardo dos Santos, também está envolvido caso. 


O motivo para esta investigação reside no facto de a referida transferência, feita como garantia de um suposto financiamento de 30 mil milhões de dólares, consubstanciar uma burla ao Estado.

Em causa está a transferência de 500 milhões de dólares do banco central para uma conta do Crédit Suisse em Londres. Esta operação seria uma garantia para um suposto financiamento no valor de 30 mil milhões de dólares, de acordo com o blogue.  

"As autoridades financeiras londrinas suspeitaram, e bloquearam os fundos em Londres", escreve o Maka Angola, dirigido pelo jornalista e activista Rafael Marques.

Quando Valter Filipe da Silva foi nomeado para líder do BNA, em Março de 2016, a Angop, agência noticiosa oficial de Angola, apresentava assim as suas credenciais: "mestre em direito na vertente jurídico-económica e empresarial pela Universidade Católica Portuguesa. Foi assistente jurídico do vice-presidente da República e também vice-presidente do Instituto Angolano de Sistemas Eleitorais e Democracia, e professor das Universidades Católica e Lusíada de Angola".

Ver comentários
Saber mais Angola Valter Filipe da Silva Banco Nacional de Angola PGR José Filomeno dos Santos
Mais lidas
Outras Notícias