Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Já foram administradas 837.887 vacinas em Portugal

O Ministério da Saúde indica que, dois meses após o início do processo de vacinação, o país encontra-se acima da média da União Europeia) com 7,5 doses administradas por 100 habitantes.

Lusa
Lusa 27 de Fevereiro de 2021 às 16:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • 14
  • ...
Um total de 837.887 vacinas contra a covid-19 foram administradas em Portugal desde 27 de dezembro, quando foi dada a primeira dose, indicou este sábado, 27 de fevereiro, o Ministério da Saúde.

Num comunicado de balanço do processo de vacinação, o Ministério da Saúde precisa que, das 837.887 vacinas administradas, 574.062 correspondem às primeiras doses e 263.825 às segundas doses.

Segundo o Ministério tutelado por Marta Temido, Portugal recebeu 1.034.970 doses de vacinas, tendo sido entregues 27.300 doses para cada uma das regiões autónomas.

O Ministério da Saúde refere que, de acordo com dados reportados pelas várias entidades, foram administradas 199.804 doses a 111.505 profissionais de saúde, sendo que 88.299 já receberam a segunda dose.

Dos grupos prioritários definidos para a primeira fase do processo, foram administradas 200.822 vacinas a pessoas de Estruturas Residenciais para Idosos (ERPI) e da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI), das quais 129.519 já com a segunda dose.

O Ministério da Saúde indica também que a campanha de vacinação implicou quase três mil entregas em mais de 200 rotas e 474 pontos de entrega, numa operação em que foram envolvidas 1.190 viaturas da GNR e 1.471 viaturas da PSP e 3.392 agentes da PSP e 3.571 militares da GNR.

O Ministério da Saúde refere ainda que, dois meses após o início do processo de vacinação, o país encontra-se acima da média da União Europeia (UE) com 7,50 doses administradas por 100 habitantes (6,83 na UE).

Desde março de 2020, Portugal já registou 16.276 mortes associadas à covid-19 e 803.844 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, segundo os dados mais recentes da Direção-Geral da Saúde.
Ver comentários
Saber mais covid-19 vacina Marta Temido saúde
Outras Notícias