Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pedidos ao fundo que paga salários em atraso sobem 55%

Os pedidos de apoio ao Fundo de Garantia Salarial (FGS), que cobre salários ou indemnizações em atraso, já estão a subir de forma expressiva e sustentada desde o início do verão. Entre junho e outubro, os requerimentos de trabalhadores cresceram 55%.

Segundo dados divulgados pela AEP, foi no alojamento e restauração que as insolvências mais subiram (+57%). Mas é a indústria transformadora que tem mais processos pendentes no Fundo.
Segundo dados divulgados pela AEP, foi no alojamento e restauração que as insolvências mais subiram (+57%). Mas é a indústria transformadora que tem mais processos pendentes no Fundo. João Miguel Rodrigues
  • Partilhar artigo
  • ...

O Fundo de Garantia Salarial (FGS), que paga indemnizações e salários em atraso a trabalhadores de empresas fragilizadas, está já há vários meses a refletir os efeitos da crise. O número de pedidos começou a subir de forma mais constante no verão, e entre junho e outubro aumentou 55%, com mais 2.405 pedidos do que em período homólogo, revela um relatório a que o Negócios teve acesso.

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Fundo de Garantia Salarial CGTP Governo AEP trabalho
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias