Economia Portugueses fizeram 22 milhões de viagens no ano passado

Portugueses fizeram 22 milhões de viagens no ano passado

A grande maioria dos portugueses viaja dentro do território nacional. Espanha continua a ser o destino estrangeiro mais escolhido, mas está a perder peso nas preferências.
Portugueses fizeram 22 milhões de viagens no ano passado
Bruno Simão/Negócios
Rafaela Burd Relvas 29 de abril de 2019 às 12:32
A procura turística dos portugueses continua a aumentar. No ano passado, os residentes em Portugal realizaram mais de 22 milhões de viagens, a grande maioria das quais dentro do território nacional. Os dados foram divulgados, esta segunda-feira, 29 de abril, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Ao todo, segundo os dados do INE, contaram-se 22.079.045 viagens feitas por residentes no conjunto do ano passado, o que corresponde a um aumento de 4,2%. Destas, mais de 19,5 milhões tinham Portugal como destino (uma subida de 3,2% face a 2017) e perto de 2,5 milhões foram viagens para o estrangeiro (mais 13,3%).

As deslocações por lazer, recreio ou férias mantiveram-se como o principal motivo para viajar no ano passado, representando 46,5% do total de viagens realizadas, enquanto as visitas a familiares ou amigos motivaram 41,4% das deslocações turísticas. As viagens profissionais ou de negócios foram as que apresentaram o maior crescimento, de 22%, para um total de 1,8 milhões de viagens, o equivalente a 8,3% do total.

Em Portugal, a região Centro é o principal destino dos residentes, respondendo por mais de 30% das viagens feitas em território nacional, seguida pelo Norte, que representa 25,7% do total de viagens.

Lá fora, Espanha mantém-se como o principal destino estrangeiro, mas está a perder peso nas preferências. No ano passado, Espanha foi o destino de 31,9% das viagens feitas ao estrangeiro, o que equivale a uma quebra de 3,5 pontos percentuais. Já França está a subir nas escolhas, passando a responder por 13,7% das viagens. O Reino Unido fecha o pódio dos destinos internacionais preferidos pelos portugueses, respondendo por 7,3% das viagens ao estrangeiro.

Quanto ao tipo de alojamento, os hotéis e similares estão a reforçar a sua expressão. Em 2018, mais de 22% dos portugueses dormiram nestes estabelecimentos. Os alojamentos particulares gratuitos continuam, ainda assim, a acolher mais de 63% das dormidas.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI