Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Escola pública com melhores resultados surge em 32.º lugar

Apesar de as escolas públicas terem descido na tabela, as notas subiram em relação ao ano anterior, quando a primeira pública foi a Clara de Resende, no Porto, com uma média de 12,88 valores.

sala de aulas alunos estudantes escola ensino educação
Duarte Roriz/Correio da Manhã
Lusa 27 de Junho de 2020 às 02:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
A escola pública com melhores resultados nos exames nacionais do secundário de 2019 fica no distrito de Aveiro e aparece em 32.º lugar de um 'ranking' elaborado pela Lusa, que analisou 514 estabelecimentos de ensino públicos e privados

Os alunos da Escola Básica e Secundária Dr. Serafim Leite, em São João da Madeira, realizaram 155 exames e a média das provas foi de 13,29 valores (numa escala de zero a 20), colocando o estabelecimento de ensino em 32.º lugar de uma tabela geral e em primeiro lugar na lista que ordena apenas as médias nas escolas públicas.

Em relação ao ano anterior, os estabelecimentos de ensino público descem cinco lugares na tabela que prioriza as médias dos alunos internos nos exames nacionais do ensino secundário (no ano passado, a primeira pública ocupava o 27.º lugar), segundo uma análise realizada pela Lusa com base em dados pedidos ao Ministério da Educação.

Apesar de as escolas públicas terem descido na tabela, as notas subiram em relação ao ano anterior, quando a primeira pública foi a Clara de Resende, no Porto, com uma média de 12,88 valores.

Esta secundária do Porto surge agora em 4.º lugar na tabela realizada pela Lusa que tem como critério excluir as escolas secundárias com menos de 100 exames realizados.

Nesta tabela, a Escola Secundária Infanta D. Maria, em Coimbra, volta a ocupar o 2.º lugar, com uma média de 13,11 valores nos 675 exames (no 'ranking' das 514 escolas surge em 37.º lugar).

Já o 3.º lugar é ocupado por um estabelecimento de ensino de Viseu: a Escola Secundária Alves Martins, onde se realizaram 1856 exames e a média foi de 13,04 valores, o que lhe valeu um 39.º lugar no 'ranking' geral.

Quase oito em cada dez escolas públicas (340 num universo de 437) conseguiram que a média dos alunos nos exames fosse positiva, o que revela uma melhoria em relação ao ano anterior. Em termos percentuais, houve uma subida de 75% de positivas para 77,8%.

No 'ranking geral' que junta públicas e privadas, surgem agora 11 estabelecimentos públicos entre as 50 melhores, enquanto no ano passado eram apenas oito de uma tabela que é sempre dominada pelas privadas.

O Colégio Nossa Senhora do Rosário, no Porto, volta a liderar a tabela dos colégios privados, à semelhança dos anos anteriores: a média dos 553 exames realizados foi de 15,61 valores.
Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias