União Europeia O que vão fazer os eurodeputados portugueses no Parlamento Europeu

O que vão fazer os eurodeputados portugueses no Parlamento Europeu

Já são conhecidas as comissões do Parlamento Europeu em que vão ficar integrados os eurodeputados portugueses. Entre os parlamentares eleitos por Portugal há também cargos relevantes como a segunda vice-presidência do Parlamento Europeu do socialista Pedro Silva Pereira.
O que vão fazer os eurodeputados portugueses no Parlamento Europeu
Geert Vanden Wijngaert
David Santiago 06 de julho de 2019 às 10:00
O Parlamento Europeu revelou esta sexta-feira em que comissões vão ficar integrados cada um dos eurodeputados portugueses. É nas comissões dos Orçamentos, dos Assuntos Económicos e Monetários, da Indústria, Investigação e Energia, da Agricultura e Desenvolvimento Rural, e das Pescas que se encontram mais parlamentares portugueses. 

Depois de a nova legislatura do Parlamento Europeu ter sido aberta na passada terça-feira, em Estrasburgo, os presidentes e vice-presidentes de cada comissão serão eleitos na próxima semana, já em Bruxelas. Note-se que cada família política europeia pode nomear como seu representante em cada comissão o mesmo número de membros suplentes dos membros titulares designados.

Como o momento determinado por cada grupo político para definir quais os respetivos candidatos aos cargos de presidente, vices-presidentes, coordenadores e vice-coordenadores não é o mesmo, nesta altura já se sabe quais os parlamentares do PSD que, em representação do PPE, vão assumir funções mais relevantes. É o caso de José Manuel Fernandes, que continuará como coordenador dos conservadores na Comissão dos Orçamentos, ou ainda da estreante Lídia Pereira, que será vice-coordenadora do PPE na Comissão dos Assuntos Económicos e Monetários, e de Maria da Graça Carvalho como vice-coordenadora na Comissão da Indústria, Investigação e Energia. 

Por exemplo, sabe-se também que a socialista Margarida Marques é candidata do S&D a uma das vice-presidências da Comissão dos Orçamentos e que o bloquista é candidato da Esquerda Unitária a uma vice-presidência da Comissão dos Assuntos Económicos e Monetários. 

Há ainda outros cargos relevantes ocupados por portugueses. Na semana inaugural do novo Parlamento Europeu, o socialista Pedro Silva Pereira foi eleito segundo vice-presidente do plenário comunitário e o social-democrata Paulo Rangel mantém-se como vice-presidente do grupo parlamentar do PPE (é também vice-presidente deste grupo político).



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI