Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Receita com o IUC dispara 23,2% em 2014

Introdução de um imposto adicional que recai exclusivamente sobre os veículos com motores a gasóleo vai render ao Estado mais 56 milhões de euros face a este ano. Este é o imposto cuja receita mais crescerá em 2014.

Paulo Moutinho 15 de Outubro de 2013 às 19:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

O Governo prevê um forte aumento da receita fiscal através do Imposto Único de Circulação (IUC). De acordo com a proposta de Orçamento do Estado para 2014, o encaixe com este imposto deverá disparar 23,2%, um crescimento explicado pela introdução de uma contribuição adicional dos contribuintes com veículos a “diesel”.

 

“No que concerne ao IUC, em 2014, prevê-se que a receita líquida em sede deste imposto se situe em 298,8 milhões de euros, o que corresponde a um crescimento de 56,2 milhões de euros, face a 2013”, refere o Executivo liderado por Pedro Passos Coelho na proposta a que o Negócios teve acesso. O valor arrecadado dispara face aos 242,5 milhões estimados para este ano.

 

Este forte aumento traduz o imposto adicional introduzido pelo Governo que será aplicado apenas aos veículos a gasóleo. A taxa adicional varia em função da cilindrada, mas também da idade do veículo, chegando a um máximo de 68,85 euros.

 

O Governo explica a adopção deste imposto de “modo a reequilibrar a sua situação tributária com as viaturas equivalentes a gasolina, atendendo simultaneamente ao facto de estas viaturas serem, em regra, mais poluentes e mais prejudiciais ao ambiente”, lê-se na proposta de Orçamento.

Ver comentários
Saber mais Imposto Único de Circulação receita impostos veículos Orçamento do Estado
Mais lidas
Outras Notícias