A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tribunal Arbitral afasta Isabel dos Santos da Galp

Tribunal Arbitral Internacional considera que a posição indireta na petrolífera portuguesa pertence exclusivamente à Sonangol.

Isabel dos Santos em mais um “leaks”
Celso Filipe cfilipe@negocios.pt 26 de Julho de 2021 às 19:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A posição indireta na Galp que era partilhada pela Sonangol e a Exem, de Isabel dos Santos, pertence integralmente à petrolífera angolana.


Em comunicado, a Sonangol, garante que o Tribunal Arbitral Internacional "concluiu que a transação pela qual a Exem Energy BV pretendia adquirir sua participação na Esperaza Holding BV estava contaminada por ilegalidade, permitindo aos seus proprietários influenciar o controlo direto da petrolífera nacional, para colher em seu favor vantagens financeiras extraordinárias em detrimento da primeira e, consequentemente, do Estado de angolano".

A Sonangol e a Exem partilham, através da Esperaza, uma participação indireta de 45% na Amorim Energia, a qual por sua vez controla 33,34% da Galp. Por sua vez, A Exem detém 40% da Esperaza e a Sonangol os restantes 60%. Esta participação dos acionistas angolanos equivale a cerca de 15% do capital da Galp.

"Em resultado da decisão do Tribunal Arbitral, a Sonangol será reintegrada como acionista única (100%) da Esperaza Holdings BV", diz a petrolífera angolana, esclarecendo que a sentença final foi proferida no passado dia 23 de julho.

"O litígio dizia respeito à participação de 40% em posse da Exem alegadamente cedidas pela Sonangol E.P na Esperaza Holdings BV, o veículo através do qual a petrolífera nacional fez, em 2006, um grande e bem-sucedido investimento na Galp", adianta o comunicado

De acordo com a petrolífera angolana, "os 40% das ações em disputa da Esperaza Holding BV têm um valor atual de mercado de cerca de 700 milhões de dólares".



Ver comentários
Saber mais Sonangol Isabel dos Santos Angola Galp
Outras Notícias