Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bloomberg cresce nas sondagens e marca presença no debate democrata

O magnata Michael Bloomberg obteve mais de 10% das intenções de voto em quatro sondagens consecutivas, garantindo assim o direito de participar no próximo debate entre candidatos do Partido Democrata, em Las Vegas.

8º  Michael Bloomberg 46,8 mil milhões de dólares
reuters, bloomberg
David Santiago dsantiago@negocios.pt 18 de Fevereiro de 2020 às 13:54
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O debate entre candidatos à nomeação democrata previsto para esta quarta-feira, em Las Vegas, vai contar com uma novidade face aos embates anteriores, visto que o multimilionário Michael Bloomberg garantiu os requisitos necessários para poder participar.

De acordo com a sondagem da NPR/PBS NewsHour/Marist, divulgada esta terça-feira, o antigo "mayor" de Nova Iorque obtém 19% das intenções de voto, o que eleva para quatro o número de estudos de opinião seguidos em que beneficia de mais de 10% e lhe permite cumprir os requisitos necessários previstos pelas regras democratas para entrar no próximo debate.

O ex-republicano não tinha ainda conseguido marcar presença em nenhum dos debates já realizados desde 24 de novembro porque a respetiva campanha é inteiramente financiada por si próprio. O Comité Nacional Democrata exigia que qualquer das candidaturas tivesse um número mínimo de doadores individuais, contudo mudou as regras internas e deixou cair essa exigência, abrindo via a que Bloomberg entre no debate de amanhã.

Na sondagem hoje conhecida, o senador Bernie Sanders confirma o favoritismo recente com 31%, seguido pelos 19% de Bloomberg, os 15% de Joe Biden, os 12% de Elizabeth Warren, os 9% de Amy Klobuchar e os 8% de Pete Buttigieg.

Este estudo de opinião mostra ainda que os principais candidatos democratas batem o atual presidente, Donald Trump, nas eleições presidenciais marcadas para 3 de novembro. Biden beneficia de uma vantagem de seis pontos percentuais para Trump, Sanders tem três pontos de vantagem e Buttigieg e Klobuchar ficam dois pontos à frente e Warren assegura uma vantagem de um ponto percentual.

Bloomberg ainda não entra na corrida eleitoral

Apesar de participar no debate que se realiza na capital do Nevada, Bloomberg não vai ainda disputar o" caucus" do Nevada, no próximo sábado.

O magnata decidiu não participar nas quatro primeiras disputas, estreando-se na corrida eleitoral pela nomeação democrata apenas no dia 3 de março, na chamada "super terça-feira". Nas eleições já realizadas, Sanders perfilou-se como favorito a disputar a eleição pelo campo mais à esquerda do Partido Democrata, faltando saber o nome do representante da ala mais moderada do partido.  

O debate de amanhã será o primeiro verdadeiro teste de Bloomberg no que a esta eleição diz respeito, sendo que o site Politico recorda que o multimilionário está longe de ser conhecido pelos dons de oratória e antecipa que os adversários não deixarão de o combater com alusões ao seu passado, da riqueza ao passado republicano passando por declarações feitas nos anos 1980 e 1990 por muitos consideradas racistas e sexistas. 

Ver comentários
Saber mais Michael Bloomberg Pete Buttigieg Amy Klobuchar Bernie Sanders Joe Biden Elizabeth Warren Donald Trump Estados Unidos Partido Democrata
Mais lidas
Outras Notícias