Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Eurodeputados aprovam Christine Lagarde no BCE. Mandato arranca a 1 de novembro

O Parlamento Europeu aprovou no plenário o nome de Christine Lagarde para a liderança do Banco Central Europeu, em substituição de Mario Draghi.

Christine Lagarde
EPA
Tiago Varzim tiagovarzim@negocios.pt 17 de Setembro de 2019 às 11:25
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
Era o passo que faltava: após a aprovação na comissão dos Assuntos Económicos, o nome de Christine Lagarde para presidente do Banco Central Europeu (BCE) foi aprovado em plenário pelo Parlamento Europeu esta terça-feira, 17 de setembro. 

A ex-diretora-geral do Fundo Monetário Internacional conseguiu reunir 394 votos a favor, cerca de 61% dos eurodeputados. Houve 206 votos contra e 49 abstenções. No início deste mês, o nome de Lagarde já tinha sido aprovado em comissão parlamentar onde foi ouvida durante uma manhã sobre as suas prioridades. 

O voto é secreto pelo que não é possível saber quem votou a favor ou contra, ou se absteve. No entanto, o grupo parlamentar de esquerda GUE/NGL, ao qual pertencem BE e PCP, anunciaram que votaram contra a nomeação de Lagarde para o BCE.
Em termos formais, a decisão final caberá ao Conselho Europeu onde foi inicialmente tomada a decisão de nomear a atual diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI) para a liderança do BCE. Essa confirmação deverá acontecer na cimeira marcada para 17 e 18 de outubro onde se espera que o tema do Brexit seja o foco principal. 

A nomeação inicial foi feita também pelo Conselho Europeu a 2 de julho, tendo depois iniciado um processo de consulta do Parlamento Europeu e do próprio BCE. Ambas as instituições deram "luz verde" a Christine Lagarde para suceder a Mario Draghi, o atual presidente do BCE que ainda tem mais uma reunião de política monetária pela frente até abandonar o cargo a 31 de outubro.

Lagarde será a primeira mulher a liderar o banco central da Zona Euro, assumindo o cargo em Frankfurt a 1 de novembro para um mandato de oito anos. Será nesse mesmo dia que vai começar a segunda ronda do programa de compra de ativos - 20 mil milhões de euros por mês - que o conselho de governadores decidiu reanimar na reunião da semana passada para contrariar a travagem do PIB e da inflação. 

Também foi aprovado pelo Parlamento Europeu o nome de Yves Mersch para vice-presidente do conselho de supervisão do BCE. 

(Notícia atualizada às 11h45 com mais informação)
Ver comentários
Saber mais Christine Lagarde eurodeputados Parlamento Europeu Banco Central Europeu BCE
Mais lidas
Outras Notícias