Política Castro Almeida: Se o PSD não vencer as legislativas é por "incompetência"

Castro Almeida: Se o PSD não vencer as legislativas é por "incompetência"

No entender do vice-presidente social-democrata, o objetivo do PSD para as legislativas de outubro é simples: vencer as eleições. Castro Almeida considera que se os sociais-democratas perderem o ato eleitoral será por "culpa própria" e "incompetência".
A carregar o vídeo ...
David Santiago Rosário Lira 16 de fevereiro de 2019 às 21:00
O objetivo do PSD é ganhar as próximas eleições parlamentares e, se não o conseguir, será por "culpa própria" e "incompetência". É a opinião dada por Manuel Castro Almeida na entrevista concedida ao Negócios e à Antena 1 em que o dirigente social-democrata defende que hoje já ninguém discute se o PS vai conseguir obter a maioria absoluta, mas quem vai vencer o ato eleitoral e qual o resultado que o PSD vai alcançar.

O membro da direção liderada por Rui Rio considera que o clima de pacificação interna nas hostes sociais-democratas, aliado à fase descendente que o Governo atravessa, cria as condições necessárias para que o PSD passe à próxima etapa: a afirmação de uma clara alternativa política ao executivo socialista e à maioria das "esquerdas". 

O homem escolhido por Rui Rio para negociar, com o Governo, uma posição comum sobre as prioridades para o próximo quadro comunitário sustenta ainda que o PSD tem de ser capaz de mostrar que o primeiro-ministro António Costa criou uma realidade alternativa, que consiste num "logro".

Assim, e de forma desassombrada, Castro Almeida estabelece como objetivo mínimo para as próximas legislativas a vitória eleitoral. Se o PSD não concretizar essa intenção será por demérito próprio: "se o PSD não ganhar as eleições é porque somos incompetentes". 

O antigo governante não esclarece se, num cenário de derrota, a atual direção deve, ou não, demitir-se.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI