Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Parlamento suspende inquérito relativo aos incêndios de Pedrógão

Enquanto vigorar o estado de emergência, que será renovado até 1 de maio, deixam de contar os prazos para o funcionamento da comissão de inquérito à atribuição de apoios para a reconstrução de casas e empresas.

Vítor Mota/Correio da Manhã
António Larguesa alarguesa@negocios.pt 13 de Abril de 2020 às 11:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

A Assembleia da República decidiu suspender o prazo de funcionamento da Comissão Parlamentar de Inquérito à atuação do Estado no processo de atribuição de apoios na sequência dos incêndios ocorridos em 2017 na zona do Pinhal Interior.

 

Segundo a resolução publicada em Diário da República esta segunda-feira, 13 de abril, os trabalhos vão ficar suspensos até ao final do período de estado de emergência, que Marcelo Rebelo de Sousa já anunciou que será renovado até 1 de maio, pelo menos.

 

Esta nova comissão, que tomou posse no final de março, visa "apreciar o processo de atribuição de apoios à recuperação de habitações, de empresas, de equipamentos públicos e privados e da reposição do potencial produtivo da região" afetada pelos fogos que mataram 66 pessoas.

 

Proposta pelo PSD na sequência de denúncias sobre a má utilização de donativos particulares, esta comissão de inquérito vai ouvir, entre outros, a ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, o autarca local, Valdemar Alves, e a ex-presidente da CCDR Centro, Ana Abrunhosa, que geria a reconstrução das habitações e lidera atualmente o Ministério da Coesão Territorial.

Ver comentários
Saber mais Política parlamento incêndios pedrógão grande comissão de inquérito habitação empresas
Mais lidas
Outras Notícias