Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

DE: Farmacêuticas entregaram ao Estado 62,5 milhões

Este ano, até Junho, as farmacêuticas já entregaram ao Estado 62,5 milhões de euros, tendo a maioria sido por via do acordo com a Apifarma. O restante foi pelo pagamento da taxa sobre as farmacêuticas, avança o Diário Económico.

Negócios 15 de Setembro de 2015 às 09:57
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
A indústria farmacêutica já entregou ao Estado, até Junho deste ano, 62,5 milhões de euros.

Parte deste valor, um total de 55,2 milhões de euros, refere-se à contribuição para o esforço de redução da despesa pública com medicamentos e advém do acordo firmado entre o Governo e a Apifarma, a associação que representa a indústria.

No âmbito deste acordo, as farmacêuticas tinham de pagar em 2015 quatro parcelas trimestrais, pelo que já foram recebidas as tranches de dois trimestres, avança o Diário Económico, citando o Ministério da Saúde.

Estão abrangidas no acordo 68 empresas. As que entenderam não integrar a este protocolo têm de pagar uma taxa sobre as vendas dos medicamentos que varia entre os 2,5% e os 14,3%. No primeiro trimestre foram 120 as farmacêuticas sujeitas a esta taxa, tendo rendido ao Estado 7,3 milhões de euros, avança ainda o Diário Económico.

O Governo definiu uma meta de despesa com medicamentos para este ano de dois mil milhões de euros.

Mas em Maio a despesa com medicamentos em meio hospitalar atingiu os 470 milhões de euros, mais 17% que no ano anterior, escreve o Diário Económico, com base em dados do Infarmed. O jornal acrescenta que o que pesou neste aumento foi a factura dos medicamentos com o tratamento da Hepatite C. 

A despesa com medicamentos vendidos nas farmácias manteve-se quase constante entre Janeiro e Abril, somando 394 milhões de euros, mais 0,9%. 


Ver comentários
Saber mais farmacêuticas Apifarma medicamentos hospitais Paulo Macedo
Outras Notícias