A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fábrica de baterias na Península Ibérica "fundamental" para indústria automóvel de Portugal e Espanha

As mudanças no setor automóvel, com a transição para veículos eletrificados, levam a que a instalação de uma fábrica de baterias para automóveis elétricos na Península Ibérica seja "fundamental" para o futuro da indústria do setor em Espanha e Portugal, consideram responsáveis portugueses e espanhóis.

João Cortesão
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 04 de Fevereiro de 2021 às 19:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
"Sem uma fábrica de baterias para veículos elétricos na Península Ibérica será muito difícil a indústria automóvel de Portugal e Espanha manterem a sua relevância no futuro", defendeu esta quinta-feira Jorge Rosa, presidente da divisão industrial da ACAP (Associação Automóvel de Portugal).

O responsável defendeu que esta tem de ser uma prioridade de ambos os países durante o webinar "Indústria Ibérica do Automóvel: Perspetivas e Oportunidades", organizado pela Câmara de Comércio e Indústria Luso Espanhola em parceria com a Câmara de Comércio Hispano Portuguesa e com o patrocínio da KPMG.

A necessidade de adaptar a fileira automóvel naquilo que designam por "cluster" automóvel ibérico foi comum aos vários intervenientes no debate. 

"Há novos desafios, que já se colocavam antes da pandemia, como a descarbonização, a digitalização, a conetividade, a condução autónoma e o 'car-sharing'", assinalou José Couto, presidente da Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel (AFIA).

José Vicente de los Mozos, presidente da ANFAC, homóloga espanhola da ACAP, sublinhou que "o setor automóvel na Península Ibérica enfrenta duas ameaças: dos países de leste e de Marrocos" e que necessita de se manter "competitivo".

Na abertura do webinar, a ministra espanhola da Indústria, Comércio e Turismo, Maria Reyes Maroto, deixou a garantia de que o governo espanhol assume o compromisso de "definir um roteiro para a indústria automóvel ibérica" e que irá trabalhar com as associações do setor e com o Governo português.

Pedro Siza Vieira, por seu turno, salientou que ambos os países "
têm um interesse estratégico na sustentação da indústria automóvel" e notou que o seu ministério "tem estado a trabalhar com a indústria e com o governo de Espanha".

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital realçou a importância central do setor automóvel para Portugal, não só no emprego, mas como nas exportações e no PIB.

"Parte significativa da recuperação da economia portuguesa no segundo semestre do ano passado foi induzida pelo setor automóvel, nomeadamente pelas exportações de veículos e componentes", frisou.
Ver comentários
Saber mais Espanha Portugal Península Ibérica Jorge Rosa ACAP automóvel fábrica baterias
Outras Notícias