Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mercedes-Benz cobra 1.200 dólares para tornar carros mais rápidos

Carros já têm essa capacidade, mas funcionalidade está bloqueada. Subscrição permite que o modelo EQ S vá dos zero aos 96 quilómetros por hora num segundo.

Sílvia Abreu silviaabreu@negocios.pt 25 de Novembro de 2022 às 14:42
  • Partilhar artigo
  • 7
  • ...
A Mercedes-Benz está a possibilitar aos clientes do modelo EQ S, o sedan elétrico, a oportunidade de uma maior potência do motor.

Para isso, os consumidores da marca terão de pagar uma subscrição anual de 1.200 dólares (cerca de 1153 euros), para que a Mercedes desbloqueie uma funcionalidade que impede o veículo de atingir uma potência mais elevada. 

Com esta subscrição, o veículo demora cerca de um segundo a passar dos zero para os 96 quilómetros por hora. Se ao fim de 12 meses a anualidade não for paga, "o travão à velocidade" será ativado de imediato.
 
"A afinação dos motores elétricos aumenta a potência máxima do nosso Mercedes-EQ em 20 a 24%", pode ler-se na página da fabricante de automóveis, havendo ainda outras partes do carro que saem beneficiadas.

Este passo da marca alemã está a gerar alguma controvérsia. Já em julho deste ano, a BMW anunciou a possibilidade de bancos aquecidos por um valor de 18 dólares por mês, tendo a decisão sido alvo de críticas.
Ver comentários
Saber mais Mercedes-Benz negócios economia subscrição
Outras Notícias