Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Socorro automóvel paralisa no Natal

A associação do setor alerta que “é urgente e necessária a criação de medidas adequadas” para os rebocadores de automóveis, “sob pena de eventuais constrangimentos decorrentes de uma paralisação prevista para as semanas da quadra natalícia”.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 02 de Dezembro de 2021 às 10:06

As empresas que prestam serviços de pronto-socorro, os chamados rebocadores de automóveis, comunicaram à Associação Nacional do Ramo Automóvel (ARAN) que vão avançar para uma paralisação nacional.

 

Uma iniciativa determinada pela "insustentabilidade em manter o normal desenvolvimento desta atividade face ao crescente aumento de custos, designadamente do preço dos combustíveis, e à estagnação das receitas pelos serviços prestados", explica a ARAN, em comunicado enviado às redações, esta quinta-feira, 2 de dezembro.

 

A ARAN alerta que "é urgente e necessária a criação de medidas adequadas para o setor da prestação de serviços de pronto-socorro, sob pena de eventuais constrangimentos decorrentes de uma paralisação prevista para as semanas da quadra natalícia".

 

A associação teve reuniões, no último mês, com a generalidade dos grupos parlamentares representados na Assembleia da República, junto dos quais "reivindicou e apresentou como essencial e urgente para atenuar as dificuldades enormes que as empresas de pronto-socorro enfrentam, três propostas como medidas fundamentais", como sejam gasóleo profissional, isenção de IUC para as viaturas de pronto-socorro e a revisão do regime de acesso à atividade.

 

Reuniu também "com a maioria das empresas de assistência em viagem e com várias companhias de seguros, para apresentar o atual enquadramento com que as empresas de pronto-socorro se confrontam, designadamente devido à escalada do preço dos combustíveis, e demais aumentos generalizados dos encargos associados ao desenvolvimento da atividade".

 

Porém, "encerrado este ciclo, as empresas ainda não obtiveram soluções concretas", pelo que decidiram avançar com uma paralisação nacional.

Ver comentários
Saber mais pronto-socorro rebocadores aran
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio