Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Terceiro maior acionista da Tesla reduz participação para menos de 5%

A redução da participação da gestora de fundos escocesa ocorreu em agosto e levou a que passasse de terceiro a quarto maior acionista da Tesla.

Reuters
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 03 de Setembro de 2020 às 15:18
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

 

A Baillie Gifford, gestora de fundos escocesa e terceiro maior acionista da Tesla, anunciou quarta-feira ter reduzido a sua participação na fabricante de automóveis elétricos de cerca de 6,3% para 4,25%.

 

A operação, realizada em agosto, deveu-se ao cumprimento de orientações que limitam o peso de apenas uma cotada nos portefólios dos clientes.


A Baillie Gifford tem aproximadamente 295 mil milhões de euros em ativos sob gestão e mais de 200 dos seus clientes detêm participações na Tesla.


Após a redução da posição na empresa liderada por Elon Musk, a gestora escocesa passou a ser o quarto maior acionista detendo aproximadamente 19,7 mil milhões de dólares em ações (16,6 mil milhões de euros ao câmbio atual).


"Continuamos muito otimistas quanto ao future da Tesla e pretendemos continuar a ser um acionista de referência por muitos anos", afirmou, citado pela Scottish Financial Review, James Anderson, co-gestor do Scottish Mortgage Investment Trust, o principal fundo da Baillie Gifford.


Em finais de dezembro, a gestora escocesa chegou a deter 7,7% do capital da Tesla, então avaliados em 4,9 mil milhões de euros, sendo na altura o segundo maior acionistas, apenas atrás de Musk.


A Baillie Gifford começou a investir na Tesla em janeiro de 2013 quando as ações da empresa, ajustadas ao stock split efetuado esta semana, cotavam em menos de sete dólares.

Ver comentários
Saber mais Tesla Baillie Gifford Elon Musk acionista ações participação
Mais lidas
Outras Notícias