Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Vendas de automóveis em Portugal sofrem maior queda da Europa

O mercado automóvel europeu registou uma forte queda nas vendas nos dois primeiros meses do ano e Portugal é o país com o pior desempenho.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 17 de Março de 2021 às 09:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A queda nas vendas de automóveis ligeiros de passageiros em Portugal foi a mais acentuada em toda a Europa, com o setor a continuar a ser fortemente penalizado pelos efeitos da pandemia, que levam os consumidores adiar a compra de bens duradouros.

 

No mês de fevereiro as vendas na União Europeia desceram 19,3% para 771.486 unidades, o que representa o pior mês de fevereiro desde 2013, revelou a ACEA. Tendo em conta os dois primeiros meses do ano a queda é ainda maior: -21,7% para menos de 1,5 milhões de automóveis.

 

Portugal é o país da UE com o pior desempenho no mês de fevereiro (-59%) e também no acumulado do ano (-47,1%), sofrendo quedas que mais do que duplicam a média da UE.

Portugal está em confinamento desde meados de janeiro e os stands automóveis só reabriram a partir desta semana, o que explica a queda forte sentida no mercado português. As vendas automóveis em Portugal somaram 10.699 unidades em fevereiro, tendo sido matriculados 8.311 ligeiros de passageiros.

 

Muitos países europeus também estiveram em confinamento desde o arranque do ano, mas a evolução foi menos negativa. Entre os maiores mercados europeus, as vendas em Espanha desceram 36% e no Reino Unido caíram 36% em fevereiro. Itália registou a descida menos acentuada (-12,3%).

 

Tendo em conta todos os países da UE, apenas a Lituânia e a Dinamarca também apresentam quedas acima de 30% em fevereiro.

 

Na análise por marcas, todas sofreram quedas de dois dígitos, com a Volkswagem a ceder 19%, a Renault a cair 28,6% e a BMW a recuar 13,1%.

Ver comentários
Saber mais vendas automóveis ACEA
Outras Notícias