Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Abanca aumenta lucros em 18% para 157 milhões de euros

O grupo espanhol aumentou os lucros em 18% no primeiro semestre deste ano, num período marcado pelo "controlo de custos e contenção do custo do risco".

Luís Manuel Neves
Rita Atalaia ritaatalaia@negocios.pt 22 de Julho de 2021 às 12:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
O grupo espanhol Abanca aumentou os lucros para 157 milhões de euros no primeiro semestre do ano. Isto representa um crescimento de 18% em comparação com o mesmo período do ano anterior, de acordo com um comunicado divulgado esta quinta-feira, 22 de julho.

"O bom desempenho do Abanca, durante o segundo trimestre deste ano, foi sustentado pela solidez das receitas recorrentes, complementado pelo controlo de custos e contenção do custo do risco", afirma o banco, sem referir qual o contributo de Portugal para este resultado. 

Neste período, a margem financeira cresceu 11,1% e as receitas dos serviços bancários aumentaram 8,5%.

"Excluindo o efeito da integração do Bankoa, os custos correntes caíram 7,6% devido ao efeito dos projetos de racionalização e às sinergias obtidas, que ultrapassaram os objetivos fixados para as integrações", diz a instituição financeira.

Já o volume de negócios cresceu 16,4%, face ao período homólogo, para 103.236 milhões de euros. "Ao incluir a atividade da rede espanhola do Novo Banco, este valor ultrapassa os 107.000 milhões de euros (+21,2% face ao primeiro semestre de 2020). Este crescimento significativo foi atingido mantendo o equilíbrio entre o crédito e os recursos dos clientes", afirma o banco no comunicado. 


"A carteira de crédito a clientes em condições normais cresceu 17,1%, face ao período homólogo", refere, com o financiamento a empresas e famílias a representar 77% do total.

Por outro lado, a captação de recursos aumentou 16,9% face ao mesmo período do ano anterior. Os depósitos de clientes cresceram 15% para 46.393 milhões de euros.

Quanto à qualidade do crédito, o rácio de crédito malparado desceu para 1,9%. Já em termos de solvência, o rácio de capital do Abanca foi de 17,3%. 

Ver comentários
Saber mais Abanca
Outras Notícias