Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banca assina venda de carteira de 4.435 casas nas próximas semanas

O Projeto Zip, avaliado em 360 milhões de euros, está prestes a ser vendido por cerca de 300 milhões. A operação deverá ser assinada nas próximas semanas.

No Porto, a taxa de IMI mantém-se nos  0,324%, tal como no ano passado.
Nuno Fonseca
Negócios jng@negocios.pt 18 de Fevereiro de 2021 às 09:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...
A banca portuguesa prepara-se para assinar, nas próximas semanas, a venda de uma carteira de mais de 4.400 casas, distribuídas por todo o país, a um consórcio formado pelos fundos Tikehau e Albatross, por mais de 300 milhões de euros, numa operação que terá um desconto a rondar os 10% a 15%.

A informação é avançada pelo site especializado em imobiliário PropertyEU, depois de, no mês passado, o jornal Eco já ter adiantado que esta venda iria concretizar-se por cerca de 300 milhões de euros.

Em causa está o Projeto Zip, avaliado em 360 milhões de euros, que inclui 4.435 frações de habitação, a maioria das quais já arrendadas, localizadas, sobretudo, nas áreas do Porto, Setúbal e Lisboa. Estes imóveis são detidos por dois fundos de investimento imobiliário para arrendamento habitacional, geridos pela Norfin. As unidades de participação destes fundos pertencem ao Novo Banco, Caixa Geral de Depósitos (CGD), Montepio, BCP e Santander.

Segundo avançou o Eco no mês passado, o consórcio formado pelo Tikehau e o Albatross "apresentaram uma oferta hipercompetitiva". O valor oferecido situa-se entre os 300 milhões e os 320 milhões de euros, o que implica um desconto de até 16% face à avaliação da carteira de imóveis.

Agora, segundo adianta o PropertyEU, a operação estará prestes a ser assinada, já nas próximas semanas. A conclusão do negócio está prevista para o segundo trimestre deste ano, detalha o mesmo site.
Ver comentários
Saber mais malparado imobiliário novo banco cgd santander bcp norfin tikehau albatross projeto zip
Outras Notícias