Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCE não apresenta objecções a injecção de liquidez na banca cipriota

Decisão foi aprovada pelo Conselho de Governadores do Banco Central Europeu e surge depois do resgate de Chipre ter sido aprovado pelos ministros das Finanças da Zona Euro.

Bloomberg
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 25 de Março de 2013 às 18:23
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

O Banco Central Europeu emitiu hoje um comunicado sobre a situação de Chipre, garantindo que não se vai opor a uma potencial injecção de liquidez nos bancos do país, por parte do banco central cipriota.

 

“Hoje, o Conselho de Governadores decidiu não apresentar objecções ao pedido de providenciar a linha de liquidez de emergência (ELA, na sigla inglesa) por parte do Banco Central do Chipre, de acordo com as regras”, refere o BCE, adiantando que “vai continuar a acompanhar a situação de perto”.

 

Foi precisamente a ameaça de cortar liquidez aos bancos cipriotas, a partir desta segunda-feira, que precipitou a urgência de se encontrar uma solução para o resgate de Chipre, que foi acordada na última madrugada em Bruxelas, após uma maratona negocial entre os responsáveis da troika e as autoridades cipriotas.

 

Todos os bancos cipriotas vão reabrir na terça-feira, à excepção do Banco de Chipre e do Banco Popular (Laiki Bank), que reiniciam a actividade dois dias para se adaptarem ao acordo desta madrugada com o Eurogrupo.

 

O fornecimento de liquidez por parte do BCE (ou neste caso pelo Banco Central do Chipre) estava também explícito no comunicado emitido pelo Eurogrupo. Este apoio de liquidez será importante, sobretudo se como se teme, ocorrer uma corrida aos bancos cipriotas para o levantamento de depósitos.

 

No comunicado emitido esta tarde, o BCE acrescenta que depois de alcançado o acordo, “uma implementação inabalável é a chave para Chipre reganhar acesso aos mercados financeiros e regressar ao crescimento assim que possível”.

Ver comentários
Saber mais BCE Chipre
Outras Notícias