Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP não está a analisar qualquer fusão com o Montepio e quer crescer de forma orgânica

O CEO do banco português reagiu à notícia avançada no fim de semana, negando qualquer interesse numa possível compra do Montepio.

#11 - Miguel Maya
Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 28 de Setembro de 2020 às 15:32
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
O CEO do Banco Comercial Português (BCP), Miguel Maya, garante não estar a analisar qualquer operação conjunta com o banco Montepio, contrariando a notícia avançada pelo semanário Expresso, no fim de semana.

À margem de uma conferência sobre Turismo, organizada na Fundação Calouste Gulbenkian, Maya diz que não houve qualquer tentativa de contacto com o ministério das Finanças no sentido de uma compra ou fusão com o banco Montepio, em declarações citadas pela Bloomberg. 

De acordo com o presidente do BCP, a estratégia do banco passa por um "crescimento orgânico". Contudo, não descarta outro tipo de abordgaem, no futuro, caso "surjam operações que justifiquem uma análise rigorosa". Para já, Miguel Maya reforça que a "proteção do balanço do banco é a prioridade absoluta".

Segundo o Expresso, Miguel Maya estaria disponível para uma fusão com o Banco Montepio, caso fosse necessário haver uma intervenção. O jornal realçou que já teriam existido contactos entre a administração do banco e o ministro das Finanças, João Leão, na sequência de outras reuniões dedicadas ao tema das moratórias.

Esta possível avanço surge numa altura em que têm saído notícias sobre a dispensa de centenas trabalhadores no âmbito de um plano de reestruturação. Contudo, para já, Miguel Maya desmente o interesse.

As últimas semanas têm sido duras para o único banco representado no índice bolsista PSI-20, encaminhando-se para registar uma das maiores desvalorizações mensais do ano, com uma queda de cerca de 16%. Só na última semana renovou mínimos históricos por três dias consecutivas, caindo para o patamar dos 8 cêntimos por ação.

No entanto, hoje as ações do BCP acompanham o sentimento otimista no resto da Europa, com uma valorização de 3,4%, tendo já estado a disparar quase 5%.
Ver comentários
Saber mais BCP Miguel Maya Montepio Banco Comercial Português Expresso
Outras Notícias