Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BPI suspende pagamento de dividendos

Tal como o BCP, o banco decidiu suspender a distribuição de resultados pelos acionistas. De acordo com o BPI, isto permite "reforçar a sua capacidade" para apoiar a economia.

Rita Atalaia ritaatalaia@negocios.pt 14 de Abril de 2020 às 19:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
O BPI decidiu suspender o pagamento de dividendos correspondente ao ano de 2019, num contexto marcado pelo forte impacto da pandemia. De acordo com o banco, esta decisão vai "reforçar a sua capacidade" para apoiar a economia.

"O Banco BPI e o Grupo CaixaBank decidiram suspender a distribuição dos dividendos correspondentes ao exercício de 2019 do Banco BPI", refere o banco liderado por Pablo Forero num comunicado enviado às redações, esta terça-feira. O banco tinha anunciado que iria entregar 117 milhões ao Caixabank.

Com esta suspensão, refere, o banco "reforça a sua capacidade para colocar à disposição da economia, das empresas e das famílias portuguesas os recursos necessários para responder aos exigentes desafios que se apresentam". 

No mesmo comunicado, o BPI nota que
 a "expansão da covid-19, e as medidas adotadas pelas autoridades para travar a sua propagação, terão um impacto na economia global, que se espera de curta duração, mas com efeitos severos". Neste enquadramento, "a sólida posição de solvência e liquidez do Banco BPI", que dispõe de um rácio de capital CET1 de 13,4%, "permite enfrentar com confiança o cenário económico negativo que deverá marcar o resto do ano de 2020".

Antes do banco liderado por Pablo Forero, também o BCP deu este passo. O banco chefiado por Miguel Maya justificou a decisão com a recente crise provocada pela pandemia. Isto depois de o CEO ter alertado, na apresentação de resultados anuais, que a proposta para os dividendos seria "muito conservadora". 

Os bancos nacionais estão, assim, a seguir a recomendação do Banco Central Europeu (BCE) de não pagar dividendos neste período, de maneira a estarem mais disponíveis para apoiar a economia. 

(Notícia atualizada.)

Ver comentários
Saber mais BPI
Mais lidas
Outras Notícias