Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Isabel dos Santos já analisa outras propostas para vender EuroBic

A Santoro Finance e a Finisantoro mantêm a intenção de vender o EuroBic.

Negócios 17 de Junho de 2020 às 17:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A Santoro Finance, da empresária angolana Isabel dos Santos, reiterou hoje que pretende vender o Eurobic e que depois do colapso do negócio com os espanhóis do Abanca, está já a avaliar outras propostas.

 

"A Santoro Finance e a Finisantoro mantêm a sua vontade de, nos termos legais competentes, dar continuidade ao processo de alienação de tal participação social, dando de imediato início à apreciação de outras propostas de interesse que já se manifestaram", refere um comunicado emitido esta quarta-feira.

No mesmo documento é ainda sublinhado que "os argumentos e razões apresentados pelo Abanca para abandonar o processo devem-se às suas próprias opções estratégicas, sendo as subscritoras alheias a qualquer facto que o possa justificar".

 

Foi em fevereiro, antes de a pandemia chegar a Portugal, que o Abanca anunciou que tinha alcançado um acordo com o EuroBic – liderado por Teixeira dos Santos – para ficar com 95% da instituição financeira.

Esta operação aconteceu no seguimento da decisão de Isabel dos Santos de vender a sua participação de 42,5% no EuroBic, depois de a empresária angolana ter ficado no centro do caso Luanda Leaks, uma investigação do Consórcio Internacional de Jornalismo de Investigação que alegados esquemas financeiros de Isabel dos Santos e do marido, Sindika Dokolo, que levaram à retirada de Angola de dinheiros públicos através de paraísos fiscais. Este caso levou até o EuroBic a anunciar que iria "encerrar a relação comercial" com a empresária angolana e com entidades relacionadas com Isabel dos Santos.

 

Mas, após vários meses de negociação, os galegos do Abanca e os acionistas do EuroBic – Isabel dos Santos e Fernando Teles – não conseguiram chegar a acordo, num contexto marcado pela crise provocada pela pandemia.

 

Conforme apurou o Negócios junto de fonte próxima das negociações, na base da discórdia entre as partes está o preço oferecido pelo Abanca.

 

A proposta inicial terá rondado os 240 milhões de euros. Porém, Juan Carlos Escotet, "chairman" do Abanca, já tinha admitido que a pandemia iria afetar o valor oferecido pelas participações de Isabel dos Santos e de Fernando Teles, que controlam 90% da instituição financeira.

 

Esta decisão é tomada numa altura em que o Abanca é apontado como um dos interessados em ficar com a operação do Novo Banco em Espanha.

(notícia atualizada às 17h24)

 

Ver comentários
Saber mais Isabel dos Santos EuroBic Santoro Finance Abanca
Mais lidas
Outras Notícias