Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Litígios com Novo Banco podem fazer baixar injeção do Fundo de Resolução em 188 milhões

A próxima injeção do Fundo de Resolução no Novo Banco poderá ser de 410 milhões de euros, abaixo dos 598 milhões pedidos pela instituição.

Manuel de Almeida / Lusa
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
O Novo Banco pediu 598 milhões de euros ao Fundo de Resolução, depois dos prejuízos registados em 2020, mas o valor final da injeção a realizar no capital do banco poderá ficar 188 milhões abaixo do pedido. A informação foi avançada esta terça-feira, 18 de maio, pelo presidente do Fundo de Resolução.

Luís Máximo dos Santos está a ser ouvido na comissão parlamentar de inquérito às perdas registadas pelo Novo Banco. Questionado sobre quais os critérios apresentados no pedido de injeção feito pelo banco que são rejeitados pelo Fundo de Resolução, o responsável indica que há três: dois dos quais já conhecidos e um só agora revelado.

O primeiro e mais significativo diz respeito a uma divergência entre o Novo Banco e o Fundo de Resolução, devido à descontinuação da atividade em Espanha. Aqui, está em causa um montante de 166 milhões de euros, que o Fundo de Resolução considera que não tem de injetar no Novo Banco.

O segundo aspeto está relacionado com a atribuição de bónus aos administradores do Novo Banco, outro custo que o Fundo de Resolução entende que não tem de cobrir. Uma vez que estão em causa os bónus relativos aos exercícios de 2020 e de 2019, são mais quase 4 milhões de euros que não deverão ser injetados.

O último ponto relaciona-se com a "valorização de um ativo, em que há uma divergência". Neste caso, estão em causa 18 milhões de euros, referiu Máximo dos Santos, sem adiantar mais detalhes.

Feitas as contas, são cerca de 188 milhões de euros que o Fundo de Resolução considera que não tem de atribuir ao Novo Banco. Assim, a injeção final poderá ficar pelos 410 milhões de euros.
Ver comentários
Saber mais novo banco comissão parlamentar de inquérito fundo de resolução luís máximo dos santos
Outras Notícias