Banca & Finanças Société Générale vai cortar 1.600 postos de trabalho

Société Générale vai cortar 1.600 postos de trabalho

O francês Société Générale vai despedir 1.600 trabalhadores, a maioria dos quais da área de trading. Uma fatia de 750 colaboradores será dispensado de unidades em Paris.
Société Générale vai cortar 1.600 postos de trabalho
Bloomberg
Negócios 09 de abril de 2019 às 09:41

O banco francês Société Générale (SocGen) quer reduzir em 1.600 o número de trabalhadores, sobretudo na unidade de banca de investimento.

O braço de investimento do banco vai emagrecer em 1.200 funcionários, concentrados na divisão de banca global e soluções para o investidor – onde são desempenhadas as atividades de trading. Este segmento do banco emprega atualmente mais de 20.000 colaboradores.  Só em França, vão ser eliminados 750 postos de trabalho.

A necessidade de cortes surgiu depois de uma quebra significativa dos proveitos do banco, que conduziu o CEO Frederic Oudea a intensificar os esforços para promover melhorias no desempenho. As receitas da unidade de trading afundaram 19% no quarto trimestre, fechando desta forma um ano pouco animador.

Já na sexta-feira passada, a Bloomberg tinha avançado que o SocGen planeava eliminar 700 empregos em Paris e centenas de outras posições em Londres e Nova Iorque, citando fontes próximas.

O banco anunciou que vai focar-se em atividades como o crédito e o mercado cambial, com o objetivo de aumentar a margem de lucro.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI