Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mota-Engil ganha contrato de 240 milhões na África do Sul

O início dos trabalhos está previsto para abril de 2021 com uma duração máxima de 96 meses.

A Mota-Engil, liderada por Gonçalo Moura Martins, tem cerca de 32 mil trabalhadores, dos quais 25 mil lá fora.
Gonçalo Moura Martins é o CEO da Mota-Engil Mariline Alves
Negócios jng@negocios.pt 25 de Novembro de 2020 às 10:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...

A Mota-Engil anunciou esta quarta-feira que a sua subsidiária Mota-Engil Engenharia e Construção África ganhou um contrato de 240 milhões na África do Sul para "perfuração, escavação e transporte na mina de ‘Gamsberg Mine’ na Província de Northern Cape na África do Sul".

Segundo um comunicado à CMVM, "a atividade a executar envolverá a preparação do local, a perfuração, a detonação, a escavação de estéril e minérios e o seu transporte para depósitos e áreas de armazenamento designadas", bem como "a construção e manutenção de estradas, bombagens e de iluminação".

O contrato foi assinado com a Black Mountain Mining (PTY), que é uma subsidiária da Vedanta Limited, sendo que o início dos trabalhos está previsto para abril de 2021 com uma duração máxima de 96 meses.

"Com este novo contrato numa área de crescente especialização do grupo ("mining services"), a Mota-Engil África vê a sua carteira de encomendas reforçada para um nível recorde, suportando um nível de sustentabilidade do grupo neste período de grandes desafios para as empresas decorrentes do contexto económico global", acrescenta o comunicado.

A construtora liderada por Gonçalo Moura Martins tem anunciado vários contratos no continente africano. A 18 de novembro anunciou que ganhou três contratos neste mercado com um valor total de 171 milhões de euros.

Ver comentários
Saber mais Mota-Engil Engenharia e Construção África África do Sul
Outras Notícias