Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sporting passa de lucros a prejuízos de 23,5 milhões

A impactar o resultado líquido negativo do terceiro trimestre esteve a pandemia de covid-19. O volume de negócios caiu 52% no mesmo período, em termos homólogos.

Lusa
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 31 de Maio de 2021 às 23:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Sporting SAD registou perdas de 23,5 milhões de euros no seu terceiro trimestre fiscal – terminado a 31 de março – da época de 2020/21, contra lucros de 30,16 milhões de euros no mesmo período da época passada.


No relatório & contas divulgado junto da CMVM, o Sporting justifica a evolução negativa das contas com "o impacto incontornável das consequências causadas pela pandemia covid-19, cujo efeito tem sido global, não sendo a Sporting SAD excepção".

 

Uma dessas consequências, sublinha, viu-se no mercado de transferências, "com a contração a nível mundial do número de transacções e valor, e que resultou numa quebra do volume de vendas de jogadores de 66 milhões de euros". Ainda assim, destaca as transações de Marcos Acuña por 10,5 milhões de euros, acrescido de variáveis, e de Marcus Wendel por 20,3 milhões de euros, acrescido também de variáveis.

 

Outro impacto da pandemia foi observado na quebra das receitas operacionais, excluindo transacções de jogadores, em 15 milhões de euros no trimestre – e em 20 milhões de euros, estimados, na época de 2020/21, refere o documento das contas.

 

Já o volume de negócios deste terceiro trimestre da época desportiva de 2020/21 foi de 75,1 milhões de euros, o que representa uma redução de 52% face ao período homólogo precedente.

 

"Num ano ‘normal’, sem o efeito da pandemia, os resultados agora apresentados seriam positivos, não se verificando a forte contração no mercado de transferências e a quebra significativa dos resultados operacionais sem transações de jogadores", salienta o relatório.

A SAD do clube leonino frisa que "é visível que a grande variação do resultado líquido do 3º trimestre de 2020/21 versus o período homólogo de 2019/20 se deve ao impacto da covid-19, do qual resultou a queda em 89% dos resultados em transacções de jogadores, a que se somou um impacto negativo estimado em cerca de 13,8 milhões de euros no trimestre corrente e no total da época estimado em 20 milhões de euros (excluindo o efeito no mercado de transferências de jogadores)".

 

"Isto resulta, nomeadamente, em consequência da realização dos jogos da equipa profissional à porta fechada não permitindo a venda das habituais Gamebox (lugares anuais), da bilheteira jogo a jogo, do corporate (camarotes e business seats) e afectando drasticamente outras linhas de receita como é o caso do merchandising, visitas e eventos, entre outras", explica.

(notícia atualizada às 23:58)

Ver comentários
Saber mais Sporting SAD
Outras Notícias