Empresas Buffett “errou” na fusão com a Kraft e esteve perto de fechar negócio “muito grande” em 2018

Buffett “errou” na fusão com a Kraft e esteve perto de fechar negócio “muito grande” em 2018

Warren Buffett já tinha revelado que procurava "uma aquisição gigantesca", mas agora adiantou que no final do ano passado esteve perto de fechar um negócio "muito grande". Olhando para trás, o "Óraculo de Omaha" admite que pagou demasiado para que a fusão entre Heinz e a Kraft se realizasse.
Buffett “errou” na fusão com a Kraft e esteve perto de fechar negócio “muito grande” em 2018
Rick Wilking / Reuters
Sara Antunes 25 de fevereiro de 2019 às 13:44

Warren Buffett fez um "mea culpa" sobre o investimento que deu origem à Kraft Heinz, uma semana depois de a empresa ter anunciado um "write down" no valor de 15,4 mil milhões de dólares no valor dos seus ativos. E depois de as contas da Berkshire Hathaway terem sido fortemente penalizadas pelo desempenho desta empresa.

 

"Pagámos a mais pela Kraft", admitiu Warren Buffet, numa entrevista à CNBC. "Estava errado nalgumas coisas sobre a Kraft Heinz", acrescentou Buffett. O Financial Times diz que as críticas têm um destinatário: os seus parceiros na 3G, que é quem gere as operações da Kraft Heinz.

 

A Kraft Heinz foi criada em 2015 depois de a H.J. Heinz ter adquirido a Kraft Foods Group, dando origem à quinta maior companhia de alimentos e bebidas do mundo. Mas desde então tem tido dificuldades devido às mudanças de hábitos dos consumidores.


E a Berkshire, que controla a empresa em conjunto com a 3G Capital, também tem sido afetada. Algo bem visível nas contas do último trimestre do ano passado. A Berkshire Hathaway registou um prejuízo de 25,4 mil milhões de dólares (22,4 mil milhões de euros) no quarto trimestre de 2018, um resultado que reflete em grande parte a queda das ações da Kraft Heinz.

 

Buffett teve um negócio "muito grande" no radar no final de 2018

O empresário revelou ainda, na mesma entrevista, que no último trimestre do ano passado houve, "pelo menos, uma oportunidade de negócio que teria sido muito grande", não adiantando mais informação.

 

Já na carta anual que Buffett escreve, a acompanhar os resultados anuais da Berkshire, o empresário admitiu que está à procura de "uma aquisição gigantesca", ainda que as suas perspetivas de realizar um grande negócio para a Berkshire "não sejam boas", porque os "preços estão altos para negócios que possuem boas perspetivas de longo prazo", explicou.

 

"Estava a gostar das ações no quarto trimestre, mas gostava de comprar um negócio ainda melhor", afirmou Buffett na entrevista à CNBC. Questionado sobre que negócio esteve em cima da mesa, Buffett apenas disse: "Vou dar-lhe uma pista. É deste planeta".

 

A Berkshire tem 112 mil milhões de dólares em caixa. E a especulação em torno do destino que será dado a este montante tem aumentado.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI