Bolsa Kraft Heinz afunda mais de 20% após reduzir valor dos ativos em 15,4 mil milhões

Kraft Heinz afunda mais de 20% após reduzir valor dos ativos em 15,4 mil milhões

A menor procura por comida processada levou a Kraft Heinz a cortar o valor de vários dos seus ativos e a reduzir as estimativas de resultados. As ações afundam para perto de mínimo histórico.
Kraft Heinz afunda mais de 20% após reduzir valor dos ativos em 15,4 mil milhões
Nuno Carregueiro 22 de fevereiro de 2019 às 13:32

A Kraft Heinz, fabricante de uma variada gama de alimentos processados, com algumas marcas icónicas, anunciou um "write down" de 15,4 mil milhões de dólares para refletir a desvalorização de vários dos seus principais ativos.

 

O anúncio apanhou o mercado de surpresa e está a provocar uma queda abrupta na cotação das ações da companhia que é controlada pela Berkshire Hathaway de Warren Buffett e pela firma de capital de risco brasileira 3G Capital.

 

Os títulos afundam 21% na pré-abertura e de acordo com a Bloomberg deverão abrir a sessão em Wall Street em mínimos históricos. Uma queda que reduz a capitalização bolsista da gigante de comida empacotada em 12 mil milhões de dólares.

 

Este "write off" levou a companhia para prejuízos de 12,6 mil milhões de dólares no quarto trimestre. Mas mesmo sem este efeito, a Kraft Heinz registou lucros e receitas abaixo do esperado.

 

A Kraft Heinz foi criada em 2015 depois de a H.J. Heinz ter adquirido a Kraft Foods Group em 2015, dando origem à quinta maior companhia de alimentos e bebidas do mundo. Tal como outras empresas do setor, a Kraft Heinz tem sido penalizada pela mudança de hábitos dos consumidores a nível global, com a maior procura por comida saudável.

 

Em 2017 a companhia que produz o ketchup Heinz tentou dar outro salto de gigante, oferecendo 143 mil milhões de dólares para adquirir a Unilever, mas a companhia europeia recusou sempre.

 

"Vamos dar um passo atrás em 2019", assumiu o administrador financeiro David Knopf, prometendo o regresso ao crescimento em 2020. O EBITDA deste ano deverá situar-se entre 6,3 e 6,5 mil milhões de dólares, bem abaixo do estimado pelos analistas (7,47 mil milhões de dólares). O valor do dividendo foi reduzido de 63 para 40 cêntimos por ação.

 

Além desta amortização gigante no valor dos ativos, a Kraft Heinz revelou ainda que está a ser investigada pelo regulador do mercado de capitais (a SEC) devido a alegadas irregularidades contabilísticas.  




pub

Marketing Automation certified by E-GOI