Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Buffett perde lugar no ranking das maiores fortunas para bilionário chinês

Zhong, de 66 anos, é agora a sexta pessoa mais rica do planeta. As ações da Nongfu deram um salto de 18% nas duas primeiras sessões de 2021, o que marca um avanço superior a 200% desde a entrada em bolsa em setembro.

Bloomberg 09 de Janeiro de 2021 às 18:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A fortuna de Zhong Shanshan atingiu um novo recorde.

 

O presidente do conselho de administração da Nongfu Spring, uma empresa de água engarrafada com grande presença na China, é agora mais rico do que Warren Buffett, já que o seu património cresceu 13,5 mil milhões de dólares, desde o início do ano, para 91,7 mil milhões na terça-feira, segundo o Índice de Bilionários da Bloomberg.

 

Zhong, de 66 anos, é agora a sexta pessoa mais rica do planeta. As ações da Nongfu deram um salto de 18% nas duas primeiras sessões de 2021, o que marca um avanço superior a 200% desde a entrada em bolsa em setembro.

 

É apenas a segunda vez que um cidadão chinês fica entre as 10 pessoas mais ricas do mundo - o magnata do setor imobiliário Wang Jianlin conseguiu a oitava posição em 2015 - e ninguém da China continental jamais teve uma classificação tão alta no índice de fortunas da Bloomberg desde o seu lançamento em 2012.

 

Conhecido na China como "Lobo Solitário" por evitar o envolvimento em grupos empresariais ou políticos, Zhong também colocou em bolsa a fabricante de vacinas Beijing Wantai Biological Pharmacy Enterprise em abril do ano passado. A ação da empresa disparou mais de 2.800%.

 

Zhong destronou o indiano Mukesh Ambani como a pessoa mais rica da Ásia na semana passada e está perto de entrar no reino limitado de indivíduos que valem mais de 100 mil milhões de dólares. Buffett está fora desse grupo, com uma fortuna de 86,2 mil milhões de dólares, mas o fundador da Berkshire Hathaway doou mais de 37 mil milhões de dólares  em ações desde 2006.

 

Os investidores apostam em ações de consumo da China com a recuperação do país da crise da covid-19, enquanto analistas estão cada vez mais otimistas com relação à Nongfu.

 

Zhong também ajudou quatro parentes a tornarem-se bilionários. A sua irmã mais nova, Zhong Xiaoxiao, e três irmãos da sua esposa têm uma fatia individual de 1,4% na Nongfu no valor de 1,3 mil milhões de dólares, com base na participação listada no prospeto da empresa do ano passado. A empresa criou dezenas de milionários, incluindo mais parentes e funcionários de Zhong.

 

Embora a covid-19 tenha abalado grande parte da economia global em 2020, foi um bom ano para os ultrarricos do mundo. As 500 pessoas mais ricas aumentaram sua fortuna em 1,8 biliões de dólares e, juntas, valiam 7,6 biliões de dólares no final do ano. Zhong, o vencedor da Ásia, ganhou mais de 71 mil milhões de dólares, o maior valor depois de Elon Musk, da Tesla, e Jeff Bezos, da Amazon.com.

 

Uma exceção de destaque é Jack Ma, até à pouco tempo a pessoa mais rica da Ásia. O empresário não é visto em público desde que os reguladores chineses suspenderam a oferta pública inicial de 35 mil milhões de dólares da Ant Group. O seu património líquido caiu cerca de 10 mil milhões de dólares desde outubro, e Ma é agora a 25ª pessoa mais rica do mundo.

Ver comentários
Saber mais Warren Buffett Zhong Shanshan China Nongfu Jack Ma
Outras Notícias