Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Em ano de menos negócio todos os dias fazem falta

Razões de negócio são apontadas por muitas empresas para não acederem ao apelo do Governo de pararem a laboração nas próximas segundas-feiras, vésperas de feriados. O ano já vai mau e, por isso, as encomendas não podem deixar de ser asseguradas, assumem algumas dessas companhias ao Negócios. Há também quem justifique a continuação das operações pelo facto de ter grande parte dos empregados a trabalhar em casa. A prestação de serviços essenciais é outro dos motivos apontados para não parar nesses dias. Mas a EDP garante ao Negócios que vai deixar fechadas as lojas nesses dois dias.

A saúde é um dos setores nos quais tem sido discutida a necessidade de maior investimento público para compensar a degradação dos edifícios, como os hospitais, e dos equipamentos.
Sara Matos
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Responder a encomendas, garantir bens e serviços de primeira necessidade e já ter boa parte dos empregados em teletrabalho são algumas das razões que levam as empresas a não aceitarem o repto do primeiro-ministro. António Costa, quando anunciou que a administração pública iria ter nas próximas duas segundas-feiras (30 de novembro e 7 de dezembro) tolerância de ponto, apelou “a todas as entidades patronais do setor

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Autoeuropa António Costa Hertz Bosch Portugal Carlos Barbot Governo PSA Bimbo Mangualde Montiqueijo Frulact EDP política
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias