Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fusões e aquisições em Portugal atingem valor mais elevado desde 2014

Negócios, como a venda da Brisa, levaram as fusões e aquisições em Portugal para o valor mais elevado em seis anos.

Rita Atalaia ritaatalaia@negocios.pt 02 de Dezembro de 2020 às 15:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
As fusões e aquisições em Portugal atingiram o valor mais elevado desde 2014, apesar dos contrangimentos provocados pela pandemia. As conclusão são da Mergermarket e constam num comunicado divulgado esta quarta-feira.

"Em linha com a tendência global em negócios de fusões e aquisições (M&A na sigla inglesa), Portugal enfrentou dificuldades este ano com a pandemia de coronavírus, com as empresas a suspenderem gastos de larga escala e as restrições às viagens a complicarem a logística das negociações", pode ler-se no comunicado. 

Ainda assim, "Portugal revela melhores desempenhos em valor do que muitos dos outros países europeus, com uma mão-cheia de operações de grande envergadura a terem sido anunciados em 2020", diz a Mergermarket, citando um relatório realizado em parceria com a Cuatrecasas e a Marsh.

Nesse sentido, "o valor deste ano representa o mais elevado no país desde 2014 e representa uma subida de 8,3% em relação ao total de EUR 7.000 milhões transacionados ao longo de todo o ano de 2019". 

De acordo com a Mergermarket, o maior negócio do ano em Portugal, até à data, foi a aquisição da Brisa por um consórcio composto pelo National Pension Service, o APG Group e o Swiss Life Asset Management, no valor de 4.100 milhões de euros.

Por outro lado, refere, o "investimento estrangeiro em Portugal durante 2020 mostrou sinais contraditórios", já que "embora tenham ocorrido diversas operações de alto perfil, o número total baixou".

Os investidores estrangeiros anunciaram 30 operações desde o início do ano até ao final de novembro, um valor que fica abaixo das 53 anunciadas em 2019.

"Apesar disso, a soma dos valores transacionados atingiu 6.900 milhões de euros – o valor mais elevado desde 2014 e que cobre cerca de 90% do valor total de M&A no país este ano", remata. 


Ver comentários
Outras Notícias