Empresas Nestlé Portugal faturou 500 milhões em 2018

Nestlé Portugal faturou 500 milhões em 2018

A empresa investiu 70 milhões de euros no ano passado e contratou 140 funcionários.
Nestlé Portugal faturou 500 milhões em 2018
Pedro Curvelo 14 de março de 2019 às 11:27

A Nestlé Portugal fechou o ano passado com vendas de 500 milhões de euros, o que representa um crescimento orgânico, incluindo as exportações, de 3,2%, revelou esta quinta-feira o diretor geral da empresa, Paolo Fagnoni. O crescimento no mercado português foi de 4,9%.

O responsável indicou que o investimento rondou os 70 milhões quer em marketing quer em operações. O marketing foi responsável por 50 milhões de euros do investimento, tendo 19 milhões sido alocados para as fábricas do Porto e de Avanca, no âmbito de um plano de investimento a 20 meses com um valor total de 40 milhões.

Fagnoni destacou que a empresa reforçou o pessoal em 140 pessoas, para cerca de 2.160 colaboradores, isto apesar de ter vendido a fábrica nos Açores, onde trabalhavam cerca de 55 pessoas.

As exportações cifraram se em 53 milhões, abaixo dos 77 milhões de 2017, o que o responsável justificou com a alienação da fábrica de leite em pó nos Açores.

A empresa recorreu a fornecedores nacionais para 71% das suas compras, num valor total de 119 milhões de euros. Nas matérias-primas usadas o peso dos fornecedores portugueses cifrou-se em 37%, enquanto no material de embalagem e nos serviços para as operações as empresas nacionais representaram 89% e 90%, respetivamente.

Crescimento de 3 a 4% em 2019

Quanto às perspetivas da empresa para este ano, Paolo Fagnoni diz estar confiante de que será um "ano positivo". O diretor da Nestlé Portugal estima que o volume de negócios aumente "entre 3 a 4%", um valor "acima do previsto para o mercado", sublinhou.

O responsável adiantou que "o início do ano foi muito positivo".

E a confiança é sustentada com a perceção de que a economia portuguesa "atravessa um bom momento". "O crescimento está aqui para ficar e a confiança do consumidor está em máximos", salientou.

Ao nível do investimento, a empresa prevê gastar "sensivelmente o mesmo em marketing, com uma aposta focada no digital" e concluir o plano de investimentos, ou seja, alocar aproximadamente 21 milhões para a modernização das duas fábricas. Não contabilizado está o investimento que será feito no 

Em termos de reforço de pessoal, a Nestlé Portugal refere que no seu centro Nestlé Business Services Lisbon (NBS), instalado no edifício sede da empresa, em Linda-a-Velha, o número de colaboradores atuais é já de cerca de 380. A meta definida pela empresa é de que o centro termine o ano com o valor máximo fixado no plano, ou seja, entre 400 a 450 pessoas. "Não iremos ultrapassar esse limite", disse Fagnoni.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI