Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

O maior diamante azul alguma vez leiloado é disputado em Maio

A estimativa é que o diamante seja vendido num intervalo de preços entre os 38 e 45 milhões de dólares, ou seja, entre 34 e 40 milhões de euros.

Bloomberg
Inês F. Alves inesalves@negocios.pt 31 de Março de 2016 às 13:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Escreve a Bloomberg esta quinta-feira, 31 de Março, que o maior diamante azul alguma vez leiloado vai a leilão no próximo dia 18 de Maio, na Christie’s, em Genebra. Trata-se de uma pedra de 14,62 quilates, denominada "Oppenheimer Blue", em honra do seu anterior proprietário, Philip Oppenheimer.

A família Oppenheimer controlou a empresa de diamentes De Beers durante 80 anos até ter vendido 40% da empresa à mineira Anglo American por 5,1 mil milhões de dólares (4,5 mil milhões de euros) em 2012. A Anglo American detém 85% da De Beers e o governo do Botswana é dono dos restantes 15%.

O leilão, escreve a Bloomberg, acontece numa altura em que o mercado das jóias cede. As vendas, de acordo com o Euromonitor International, caíram mais de 4% em 2015, de 38,5 mil milhões de dólares para 36,9 mil milhões (de 34 para 32,6 mil milhões de euros).

Este diamante tem o potencial de quebrar recordes no que toca à venda de diamantes coloridos, e a agência recorda alguns destes: em 2008 a joelheira londrina Graft pagou 24,3 milhões de dólares por um diamante azul – acinzentado; dois anos depois a mesma empresa pagou 45,6 milhões de dólares por um diamante rosa de 24,78 quilates. No ano passado, Joseph Lau, bilionário de Hong Kong, pagou 48,4 milhões de dólares (cerca de 43 milhões de euros) por um diamante azul de 12,03 quilates.

A beneficiar esta venda estão não só os quilates do diamante, como a sua cor, a raridade da pedra e, também, a sua proveniência.

"Esta cor azul do diamante e a sua claridade, combinada com o corte tradicional [da pedra] e a sua proveniência [da família Oppenheimer], [torna-o] verdadeiramente excepcional", disse à Bloomberg Tom Moses, executivo do Instituto Gemológico da América.

 

  

Ver comentários
Saber mais Christie Oppenheimer Blue Philip Oppenheimer De Beers Anglo American minérios e metais empresas
Outras Notícias