Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Passageiros nos aeroportos disparam 76% em agosto mas continuam abaixo de pré-pandemia

Entre janeiro e agosto de 2021, França foi o principal país de origem e de destino dos voos, seguindo-se, com um volume de passageiros significativamente mais reduzido, o Reino Unido e a Alemanha.

  • Partilhar artigo
  • ...
O transporte aéreo de passageiros em Portugal manteve a tendência de crescimento em agosto, mas continua ainda abaixo do período pré-pandemia. No mês mais forte para as férias dos portugueses, registou-se um movimento de 3,9 milhões de passageiros e um movimento de carga e correio 16,1 mil toneladas nos aeroportos nacionais.

Segundo o relatório divulgado esta terça-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), os movimentos representam uma subida 76,3% (passageiros) e 55,3% (carga), face a agosto de 2020. No entanto, comparando com agosto de 2019, o movimento de passageiros diminuiu 39,9% e o movimento de carga e correio decresceu 5,2%.

Olhando para o ano inteiro, entre janeiro e agosto de 2021, registou-se uma diminuição de 9,2% no número de passageiros movimentados nos aeroportos nacionais face ao período homólogo do ano anterior. Comparando com o mesmo período de 2019, a redução foi de 70,1%.

Entre janeiro e agosto de 2021, França foi o principal país de origem e de destino dos voos, seguindo-se, com um volume de passageiros significativamente mais reduzido, o Reino Unido e a Alemanha.

Em agosto de 2021, aterraram nos aeroportos nacionais 17,4 mil aeronaves em voos comerciais, correspondendo a 3,9 milhões de passageiros (embarques, desembarques e trânsitos diretos) e ao movimento de 16,1 mil toneladas de carga e correio (registando crescimentos de 39,9%, 76,3% e 55,3%, face a agosto de 2020, respetivamente).

"Neste mês atingiram-se os níveis mais elevados de aeronaves aterradas e passageiros movimentados desde o início da crise pandémica covid-19. Comparando com agosto de 2019, registaram-se variações de -25,0% no número de aeronaves aterradas, -39,9% nos passageiros movimentados e -5,2% no movimento de carga e correio (-33,2%, -55,8% e -10,3% em julho de 2021 face ao mesmo mês de 2019, pela mesma ordem)", acrescenta o relatório do INE.
Ver comentários
Saber mais aviação transportes
Outras Notícias