Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Repsol assina contrato com o Governo para investir 657 milhões na ampliação do Complexo Industrial de Sines

A energética espanhola vai investir 657 milhões de euros na ampliação do Complexo Industrial de Sines. O contrato de investimento entre a empresa e o Governo português foi assinado esta quarta-feira, prevendo incentivos fiscais de 63 milhões de euros.

Cátia Rocha catiarocha@negocios.pt 13 de Outubro de 2021 às 12:45
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...

A Repsol vai investir 657 milhões de euros na ampliação do Complexo Industrial de Sines. Através de comunicado, a empresa detalha que o Governo considerou o projeto para Sines como "sendo de potencial interesse nacional e contratou incentivos fiscais ao investimento no valor de até 63 milhões de euros". O contrato de investimento entre a Repsol e o Governo foi assinado esta quarta-feira, numa cerimónia que contou com a presença de António Costa, primeiro-ministro, e Pedro Siza Vieira, ministro da Economia.


De acordo com a Repsol, este investimento de ampliação deste complexo está alinhado "com os objetivos do Acordo de Paris e com a transição energética". O investimento contempla a construção de duas fábricas de polímeros, cada uma com capacidade de 300 mil toneladas por ano, com produtos 100% recicláveis, com conclusão prevista para 2025. De acordo com a empresa, este deverá ser o "maior investimento industrial realizado nos últimos dez anos em Portugal". 


Na fase de construção, este projeto deverá empregar uma média de 550 pessoas, indica a empresa, mas no pico da construção deverá contar com "mais de mil postos de trabalho". Quando a ampliação do complexo estiver concluída o "aumento líquido de postos de trabalho será de cerca de 75 empregos diretos e 300 indiretos". 


O presidente da Repsol, Antonio Brufau, referiu que "a indústria e a tecnologia são dois avanços essenciais para a competitividade da economia de um país", em declarações feitas na cerimónia de assinatura do contrato. O líder da Repsol afirmou ainda que "a iniciativa privada e as políticas públicas devem trabalhar em conjunto, da melhor forma possível, para uma transição energética compatível com a competitividade económica e a redução de emissões".


Este investimento está alinhado com o plano estratégico da empresa 2021-2025, que prevê um investimento total de 19,3 mil milhões de euros nesse intervalo de tempo para desenvolver a atividade industrial. A Repsol emprega diretamente 1.300 pessoas em Portugal e tem 150.000 clientes diários.

Ver comentários
Saber mais Repsol Sines investimento
Outras Notícias