Energia Fundo norte-americano Capital Group reduz posição na EDP para menos de 10%

Fundo norte-americano Capital Group reduz posição na EDP para menos de 10%

A EDP informou que o fundo norte-americano Capital Group reduziu a sua posição de cerca de 12% para 9,973% na eléctrica portuguesa, abaixo do patamar de 10% do capital e direitos de voto na empresa.
Fundo norte-americano Capital Group reduz posição na EDP para menos de 10%
O fundo norte-americano Capital Group diminuiu a sua participação de 12% para 9,973% na empresa liderada por António Mexia.
Miguel Baltazar
Negócios com Lusa 19 de maio de 2018 às 10:09

Esta sexta-feira à noite, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a EDP informou que o fundo norte-americano  Capital Group reduziu a sua posição de cerca de 12% para 9,973% na eléctrica portuguesa, abaixo do patamar de 10% do capital e direitos de voto na empresa.

 

A EDP adiantou que em 16 de Maio passado o The Capital Group Companies (Capital Group) informou que "diminuiu a sua participação qualificada" na empresa.

 

"A participação qualificada do Capital Group é agora composta por 364.675.613 axções e 10 American Depositary Receipts ('ADR'), representativos de 100 acções (10 acções por ADR)", o que representa "9,973% do capital social da EDP e 9,973% dos respectivos direitos de voto", detalhou a EDP.  

 

"A participação do Capital Group baixou do patamar de 10% do capital social e direitos de voto da EDP no dia 15 de Maio", acrescentou a eléctrica, adiantando que "as acções e ADR acima referidos são detidos indirectamente pelo Capital Group".

 

Na mesma data, o Capital Income Builder (CIB) comunicou à EDP "que diminuiu a sua participação qualificada" para 178.199.552 acções representativas de 4,873% do capital social da EDP e respectivos direitos de voto.

 

"A participação do CIB baixou do patamar de 5% do capital social e direitos de voto da EDP no dia 15 de Maio de 2018", referiu a empresa.

 

"De notar que o CIB conferiu à Capital Research and Management Company (CRMC), seu gestor de investimento, os direitos de voto das acções por si detidas", acrescenta a EDP.

 

Além disso, em 17 de Maio, o Capital World Growth and Income Fund (WGI) "comunicou à EDP que diminuiu a sua participação qualificada", passando agora a deter 72.360.498 acções representativas de 1,9789% do capital social da EDP e respectivos direitos de voto.

 

"A participação do WGI baixou do patamar de 2% do capital social e direitos de voto da EDP no dia 16 de maio de 2018", sendo que o WGI conferiu à CRMC, seu gestor de investimento, os direitos de voto das acções por si detidas.

 

O Capital Group é a empresa-mãe da CRMC, que é um consultor de investimentos sediado nos Estados Unidos da América que administra fundos norte-americanos da família de fundos de investimento mútuos.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
se o SPORTING for há FALÊNCIA Há 2 dias


MELHOR AINDA o MILENIUM BCP FICA COM O ESTÁDIO COM OS IMOVEIS e com o CENTRO DE ALCOCHETE

Anónimo Há 2 dias

Se reduziu vem machadada TRUMPISTA.Portugal voltou costas aos EUA nas questoes climáticas e recentemente na inauguração da embaixada Jerusalém.Em causa estará a permanência da filial NATO Oeiras,base Lages ,relações empresariais e comunidade portuguesa.TRUMP só é amigo de quem o é e está-se mariban

Saber mais e Alertas
pub