Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fundo que detém renováveis em Portugal falha meta de aumento de capital

O Aquila European Renewables Income Fund (AERIF) pretendia encaixar 100 milhões de euros. O aumento de capital ficou fechado sexta-feira, mas ficou abaixo do pretendido.

DR
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 13 de Setembro de 2021 às 15:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
Um fundo da financeira britânica Aquila Capital especializado em renováveis pretendia angariar 100 milhões de euros através de emissão de novas ações, mas acabou por apenas obter 90 milhões de euros, indicou a empresa em comunicado.

O fundo em causa, o Aquila European Renewables Income Fund (AERIF), tinha anunciado emitir cerca de 87,4 milhões de novas ações a um preço de 1,03 euros por ação, o que representa um prémio de 5% face ao valor líquido ex-dividendo no final de junho.

O AERIF tem vindo a investir em diversas geografias europeias na área das renováveis, contando atualmente no portefólio com seis parques eólicos, na maioria em países nórdicos e um na Grécia. Tem também 21 mini-hídricas em Portugal, adquiridas em 2018 à EDP, e três projetos solares na Península Ibérica, incluindo uma central fotovoltaica em Ourique.

Desde da oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês), em junho de 2019, o fundo investiu ou assumiu compromissos de investimento superiores a 327 milhões de euros.

De acordo com o anúncio do aumento de capital, a 31 de agosto, o fundo AERIF tem em vista uma oportunidade na energia eólica e outra na energia solar que representaram um investimento potencial de até 150 milhões de euros.
Ver comentários
Saber mais Portugal Aquila Capital AERIF energia renováveis aumento de capital
Outras Notícias