A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Galp compra 223 MW de projetos solares em Espanha

A empresa liderada por Andy Brown fechou a aquisição de projetos solares em Saragoça, Castela e Leão e Aragão que totalizam 223 MegaWatts (MW) de capacidade.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
A Galp adquiriu à Enerland um portefólio renovável em Espanha com uma capacidade agregada de 223 MegaWatts (MW), informa esta segunda-feira a petrolífera portuguesa em comunicado à CMVM. Aumenta assim a sua capacidade em Espanha para 3,6 gigawatts.

Contactada, a empresa não quis avançar a quantia, remetendo para os números gerais de investimento: vai investir entre 800 milhões e mil milhões a cada ano entre 2021 e 2025, e quer que 30% deste montante seja dedicado às energias renováveis.

Os acordos finais com o grupo espanhol expandem o portefólio de renováveis da Galp para cerca de 4,1 GW na Península Ibérica, dos quais 926 MW já se encontram em operação, refere a cotada portuguesa no comunicado.

Um conjunto de acordos incidem sobre a aquisição "de um cluster de projetos que totalizam 62 MW em Saragoça, com início de construção para breve - fase Ready-to-Build (RTB) - e Data de Operação Comercial (COD) prevista para 2022", bem como "três projetos nas Comunidades Autónomas de Castela e Leão e Aragão totalizando 161 MW em estado avançado de desenvolvimento, com COD prevista para 2023", detalha a Galp.

O acordo, assinala a empresa, insere-se na estratégia de "crescimento de um portefólio competitivo de geração renovável e está alinhado com as orientações de alocação de capital apresentadas em junho no Capital Markets Day".

"Esta aquisição representa mais um passo na ambição da empresa de ter mais de 4 GW em operação até 2025 e 12 GW até 2030", conclui a petrolífera liderada por Andy Brown.

Com este último negócio, a Galp conta com um portefólio total de cerca de 4,1 GW, dos quais 3,6 GW estão contratados em Espanha. Do total do portefólio, 926 MW encontram-se em operação. “O peso deste negócio é ainda pouco expressivo dado o estágio de desenvolvimento atual: apenas cerca de 20% do portefólio atual de projetos encontra-se em operação, os restantes estão ainda em fase de desenvolvimento”, indica a empresa.

No segundo trimestre de 2021, o EBITDA pró-forma (resultado operacional antes de amortizações) das renováveis foi de 17 milhões de euros, na sua quase totalidade provenientes de produção solar.

Ver comentários
Saber mais Galp Espanha Enerland energia solar aquisição portefólio
Outras Notícias