Energia Queda do preço de petróleo pode pesar nos resultados da Galp

Queda do preço de petróleo pode pesar nos resultados da Galp

Apesar do aumento de produção de petróleo no terceiro trimestre deste ano, a forte queda do preço da matéria-prima nesse período pode penalizar o EBITDA da petrolífera portuguesa. Os resultados serão apresentados a 22 de outubro.
Queda do preço de petróleo pode pesar nos resultados da Galp
Reuters
Gonçalo Almeida 15 de outubro de 2019 às 07:51

A Galp Energia anunciou um aumento homólogo da sua produção de petróleo em 21% no terceiro trimestre deste ano. Mas a queda de 18% no preço da matéria-prima entre julho e setembro de 2019, face ao mesmo período do ano passado, pode sobrepor-se, segundo Salih Yilmaz, analista da Bloomberg.

"É provável que a queda significativa dos preços dos hidrocarbonetos venha a pesar no EBITDA da Galp do terceiro trimestre, quando comparado com o ano passado, apesar do aumento de 21% na produção de ‘oil and gas’", segundo uma nota, divulgada pela agência de notícias.

Devido ao aumento homólogo de produção de 17% no Brasil, com a produção de 111,3 mil barris de petróleo, e a subida de 72% em Angola, com 12,7 mil barris, a empresa espera um crescimento entre 8% e 12%, no período em análise.

No entanto, a cotação média do Brent no terceiro trimestre deste ano foi 18% inferior à do mesmo período de 2018. Entre julho e setembro deste ano, o preço médio do petróleo cotado em Londres e referência para Portugal foi de 62 dólares por barril, tendo atingido um pico breve nos 71,95 dólares após os ataques às instalações à Saudi Aramco. No mesmo período do ano passado o preço médio foi de 75,2 dólares por barril.

"A queda na refinação deste ano também foi confirmada pela revisão em baixa da administração sobre as margens para 2019 – caiu para 4 dólares por barril, de entre 5 e 6 dólares por barril", adiantou o analista.

Sobre a perspetiva de crescimento de produção no Brasil, o analista alertou que "a jusante pode ser uma preocupação, pois a empresa pode ser prejudicada mais do que seus pares pelas regras da Organização Marítima Internacional para 2020, devido a uma parcela relativamente grande de petróleo com alto teor de enxofre na sua produção".

A Galp apresenta resultados relativos ao terceiro trimestre deste ano no dia 22 de outubro.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI