Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Nexity planta "flor" de 24 milhões com 21 pisos em Leça da Palmeira

Os valores de venda dos apartamentos começam nos 112.500 euros para o Estúdio+1.

Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 09 de Outubro de 2020 às 14:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

O primeiro grande projeto imobiliário da Nexity em Portugal vai instalar-se em Leça da Palmeira. Tem o nome "Flower Tower" e ergue-se com um investimento de 24 milhões de euros.

O edifício conta 21 pisos e 108 apartamentos, que vão desde tipologias de estúdio +1 até T3+1 duplex, casas para as quais as áreas oscilam entre os 40 e os 165 metros quadrados. Os valores de venda dos apartamentos começam nos 112.500 euros para o Estúdio+1.

A data prevista para o início de construção é novembro de 2020, tendo já sido obtida a aprovação por parte da Câmara Municipal de Matosinhos. A obra localiza-se numa zona residencial de Leça da Palmeira, junto a escolas, zonas comerciais, transportes, espaços verdes e hospitais, a cerca de 15 minutos do centro da cidade do Porto.

"Este investimento é para a Nexity a primeira pedra de uma estratégia de aposta no mercado nacional e reflete integralmente a intenção que anunciámos em maio passado, de termos um papel ativo na criação de habitação para os portugueses que não dispõem, atualmente, de uma oferta ajustada às suas necessidades", refere Ricardo Roquette, diretor de vendas da Nexity Portugal.

Para além do lançamento deste projeto, a Nexity tem já em mãos o desenvolvimento de outros, em Lisboa e no Algarve, também no mercado residencial e residencial sénior, com um valor de investimento a rondar os 120 milhões de euros. A nível internacional, para além de França onde é líder de promoção residencial, encontra-se a desenvolver mais de 20 projetos em países como a Polónia, Itália, Bélgica e Alemanha, onde possui uma forte presença.

Ver comentários
Saber mais Leça da Palmeira Nexity Flower Tower Portugal economia negócios e finanças construção e obras públicas negócios (geral)
Mais lidas
Outras Notícias