Imobiliário Subida dos preços das casas em Portugal dá sinais de abrandamento

Subida dos preços das casas em Portugal dá sinais de abrandamento

O preço de venda das casas em Portugal cresceu 14,7% em termos homólogos no terceiro trimestre. Isto quando tinha aumentado 14,8% no segundo trimestre e 15,9% nos primeiros três meses.
Subida dos preços das casas em Portugal dá sinais de abrandamento
Sérgio Lemos
Rita Atalaia 25 de outubro de 2019 às 10:16
O preço de venda das casas em Portugal cresceu 14,7% no terceiro trimestre, em comparação com o mesmo período do ano passado. Uma evolução que revela uma ligeira desaceleração face à taxa registada no trimestre anterior e desde o arranque do ano.

De acordo com o Índice de Preços da Confidencial Imobiliário, revelado esta sexta-feira, 25 de outubro, esta evolução "representa uma ligeira desaceleração face à taxa de variação homóloga registada no trimestre anterior e confirma a tendência de suavização na valorização que esse trimestre veio marcar".

No segundo trimestre, a subida homóloga dos preços fixou-se em 14,8%. E, nos primeiros três meses do ano, o crescimento foi de 15,9%, o que revela um ligeiro abrandamento desde o arranque do ano. 

Em termos trimestrais, há também uma desaceleração do crescimento: o preço subiu 3,2% no terceiro trimestre, o que compara com 3,9% no segundo trimestre. 

"Os dados do índice relativos ao segundo trimestre mostram que a dinâmica de valorização tem sido cada vez menor em Lisboa (que teve uma valorização de 9,6% nessa altura), sendo agora liderada por outras cidades nessa região e no Porto. Os dados do terceiro trimestre ainda não estão apurados ao nível concelhio, mas é de esperar que esse comportamento se confirme neste período", afirma Ricardo Guimarães, diretor da Confidencial Imobiliário.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI