Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portuguesa Brasmar compra britânica Holmes

O grupo do setor alimentar de produtos do mar, que emprega 850 pessoas e factura mais de 270 milhões de euros, acaba de fechar a sua quarta aquisição nos últimos quatro anos, tendo agora comprado uma empresa sediada em Londres com vendas de 40 milhões.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 25 de Janeiro de 2023 às 11:24

Nos últimos quatro anos, a Brasmar adquiriu as espanholas La Balinesa (dedicada ao salmão fumado) e Foncasal (especialista em polvo cozido refrigerado e outros cefalópodes), e a francesa Sedisal (polvo e bacalhau refrigerado), tendo fechado 2022 com uma facturação consolidada de 272 milhões de euros.

 

Quarta-feira 25 de janeiro de 2022: O grupo português do setor alimentar de produtos do mar acaba de anunciar mais uma aquisição internacional – a Holmes Seafood, empresa britânica especializada em pescado congelado para o segmento grossista.

 

"Com um volume de negócios de cerca de 40 milhões de euros, a Holmes Seafood é um dos principais importadores e distribuidores de produtos do mar congelados deste mercado, no qual, através da recente aquisição, a Brasmar pretende reforçar presença", realça o grupo liderado por Sérgio Silva, em comunicado.

A Holmes Seafood "manterá a atual equipa de gestão, bem como todos os postos de trabalho", afiança a nova dona da empresa britânica, que está sediada no Billingsgate Market, em Londres, e emprega 40 pessoas

 

A aquisição desta empresa, criada há mais de 70 anos, "beneficiando da localização privilegiada no maior mercado de peixe no interior do Reino Unido, permitirá à Brasmar reforçar a sua presença nesta geografia, incrementando a comercialização dos seus produtos junto dos consumidores britânicos", explica o grupo com sede na Trofa.

"Desde os primeiros contactos, tornou-se evidente que o Brasmar Group partilha connosco os valores e paixão pelo negócio de produtos do mar. Estamos muito entusiasmados por trabalhar com a Brasmar e continuar a conduzir a Holmes numa etapa tão estimulante do nosso crescimento", afirma Andy Thomas, diretor-geral da Holmes Seafood.

 

Participada do VigentGroup e da "private equity" MCH, a Brasmar tem vindo a intensificar o seu processo de internacionalização, através de aquisições e abertura de filiais, não descartando fazer novas compras.

 

"A Brasmar continua ativa na identificação de oportunidades de negócio, de modo a reforçar a sua posição de liderança no mercado europeu. No caso específico da Holmes, oferece-nos um valioso conhecimento, experiência e posicionamento no Reino Unido, reforçando significativamente a nossa presença neste mercado", observa Sérgio Silva, presidente da Brasmar.

Presente em mais de 40 países, a Brasmar estima fechar o exercício de 2023 com um volume de negócios de 350 milhões de euros.



(Notícia atualizada às 11:40)

Ver comentários
Saber mais brasmar holmes produtos do mar
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio