Indústria Talheres e gases portugueses à conquista do Cazaquistão

Talheres e gases portugueses à conquista do Cazaquistão

Quatro empresas portuguesas vão ao Cazaquistão à procura de negócios, na próxima semana, numa missão empresarial organizada pela Associação Empresarial de Portugal (AEP).
Talheres e gases portugueses à conquista do Cazaquistão
Quatro empresas portugueses vão integrar, na próxima semana, a missão empresarial organizada pela AEP ao Cazaquistão.
NARIMAN GIZITDINOV
Rui Neves 24 de maio de 2019 às 15:17

A centenária Manuel Marques Herdeiros, que sob a marca Herdmar produz e exporta cerca de 90% dos seus talheres para mais de 70 países, é uma das quatro empresas portuguesas que fazem parte da missão empresarial que a Associação Empresarial de Portugal (AEP) vai organizar, na próxima semana, ao Cazaquistão.

 

A Medinfar, que fatura 60 milhões de euros em produtos farmacêuticos, com as exportações a representaram apenas 20% do total, a Sorema (tapetes, toalhas e cortinas para casa-de-banho), com vendas de 10 milhões de euros, 85% dos quais gerados nos mercados externos, e a Ultra Controlo International (centrais de gases medicinais, compressores, bombas vácuo e sistemas de massagem medicinal) são as outras três empresas que integram a comitiva lusa que vai à procura de negócios no Casaquistão.

 

De 27 a 31 de maio, as quatro empresas vão estar em Almaty e Nur-Sultan, cidades do Casaquistão, "país que está a investir na criação e modernização de infraestruturas, potenciando o desenvolvimento de vários setores, em especial o da construção civil", destaca a AEP, em comunicado.

 

Durante a deslocação a Almaty, a maior e mais importante cidade do Cazaquistão, e a Nur-Sultan (antiga Astana), a capital do país, as empresas portuguesas vão reunir-se com compradores e entidades empresariais locais.

 

A AEP realça que o Cazaquistão é um dos mais estáveis Estados que emergiram da antiga União Soviética e o nono maior país do mundo em termos de área (cerca de 18 milhões de habitantes).

 

"O governo cazaque incentiva a construção de habitação, o desenvolvimento turístico, os projetos de parques tecnológicos, industriais e logísticos e a modernização da rede de transportes e dos parques hospitalar e educativo", nota a AEP.

Denominado BOW - Business on the Way, o programa para a internacionalização das empresas portuguesas da AEP tem projetadas para este ano 45 ações (23 feiras, 20 missões empresariais e duas missões empresariais inversas) em 44 mercados.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI