Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Vista Alegre com 3,8 milhões de lucros e mais 32% de vendas

Os lucros da fábrica de porcelana de Ílhavo aumentaram 5% nos primeiros nove meses face há um ano, com o volume de negócios a ultrapassar os 84 milhões de euros.

Pedro Elias/Negócios
Rui Neves ruineves@negocios.pt | Cláudia Brandão 25 de Novembro de 2019 às 17:06
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

As vendas da Vista Alegre aumentaram 32% entre os meses de janeiro e setembro deste ano, face ao mesmo período de 2018, fixando-se nos 84,2 milhões de euros, avança a empresa do grupo Visabeira em comunicado enviado, esta segunda-feira, 25 de Novembro, à Comissão de Mercado e Valores Mobiliários.

A fabricante portuguesa de Ílhavo, detentora de marcas como a tradicional Bordallo Pinheiro, reportou lucros de 3,8 milhões de euros durante os primeiros nove meses do ano, mais 5% do que em igual período do ano passado.

O bom desempenho da Vista Alegre é visível, igualmente, no campo das exportações, com o mercado externo a atingir 62,3 milhões de euros de vendas. Neste momento, 74% do volume de negócios da Vista Alegre vem das vendas ao estrangeiro, um aumento de 7,4 pontos percentuais.

Este aumento, diz a empresa no mesmo comunicado, "é justificado pelo crescimento do volume de negócios nos mercados europeus, nomeadamente em França, Holanda e Itália, países com maiores crescimentos".

O mercado interno apresentou, neste período, um valor de vendas de 21,9 milhões de euros, "suportado pelo negócio das lojas próprias e canal Horeca (hotéis, restaurantes e cafés). O EBITDA ficou na casa dos 17 milhões de euros, 5,6 milhões acima do valor até setembro de 2018.

No terceiro trimestre deste ano, também os resultados operacionais foram superiores: mais 25% do que no mesmo período de 2018, fixando-se nos 8,4 milhões de euros. Segundo a Vista Alegre, "o desenvolvimento de novos produtos e colecções, assim como a melhoria dos processos produtivos e de inovação tecnológica, bem como a ampliação da capacidade produtiva têm sido factores para a boa performance operacional" da empresa.

O acordo para a criação de uma linha com a marca MasterChef, no valor de 13,7 milhões de euros, e que arrancou em setembro, mas também a parceria com a marca suíça de relógios Franck Muller e o anúncio da criação de uma linha para a Bordallo Pinheiro assinada pela antiga modelo alemã Claudia Schiffer, foram alguns dos factores determinantes para os bons resultados agora apresentados.

Ver comentários
Saber mais vista alegre visabeira bordallo pinheiro faiança porcelana
Outras Notícias