Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Impresa lucra 3,3 milhões no primeiro semestre

A Impresa apresentou lucros de 3,3 milhões de euros no primeiro semestre do ano, com todas as áreas de negócio a melhorarem o EBITDA.

Lusa
Alexandra Machado amachado@negocios.pt 28 de Julho de 2021 às 16:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
A Impresa obteve, no primeiro semestre deste ano, lucros de 3,34 milhões de euros, o que compara com resultados líquidos positivos de 178 mil euros um ano antes.

De acordo com o comunicado do grupo liderado por Francisco Pedro Balsemão, a Impresa realça este aumento de quase 19 vezes o resultado líquido. O EBITDA do grupo também subiu, aumentando 30,4% para mais de 10,8 milhões de euros.

As três áreas de negócio melhoraram o resultado operacional. Segundo divulgado a televisão subiu 11,1% o seu EBITDA para 9,997 milhões, a área de "publishing" (onde está o Expresso) melhorou o EBITDA em 163% para 1,54 milhões. E mesmo a Infoportugal e Intersegmentos, que continua com EBITDA negativo, também reduziu para metade as perdas operacionais.

No lado das receitas a Infoportugal foi a única a não crescer no primeiro semestre face a igual período do ano passado. As receitas de televisão subiram 18,9% para mais de 80 milhões de euros e as de "publishing" melhoraram 9,3% para 11,19 milhões. 

A Impresa informa que as receitas de publicidade, que são a principal fonte, subiram 21,2% para mais de 57 milhões, tendo registado um aumento de 5% nas receitas de circulação que considera as vendas em papel e no digital,. Na SIC a subida da publicidade foi de 22% para 51,7 milhões. 

Isto num período em que os custos operacionais também subiram em termos consolidados 15,9%, o que no entanto fica abaixo do crescimento de 17,4% das receitas consolidadas, que chegaram perto dos 92 milhões.

A dívida líquida no final do semestre ficou nos 154,4 milhões, menos 8,7%. Em junho a SIC emitiu novo empréstimo obrigacionista.

"Para o segundo semestre, apesar da incerteza relacionada com a pandemia, a Impresa vai procurar reforçar estes bons resultados e a liderança das suas principais marcas, melhorando a sua margem operacional e continuando a reduzir a sua dívida", diz Francisco Pedro Balsemão, numa declaração enviada às redações.

Ver comentários
Saber mais Impresa SIC media Infoportugal Francisco Pedro Balsemão
Outras Notícias