Tecnologias Farfetch lança parceria com marca de luxo Burberry

Farfetch lança parceria com marca de luxo Burberry

A plataforma portuguesa de moda de luxo quer fazer a ponte entre novas empresas do sector e investidores.
Farfetch lança parceria com marca de luxo Burberry
Bruno Simão/Negócios
André Cabrita-Mendes 20 de abril de 2018 às 12:23
A Farfetch lançou uma parceria com a marca de luxo Burberry. A plataforma portuguesa de retalho têxtil pretende assim apoiar o lançamento de novas empresas do sector.

"Este é um convite aberto ao ecossistema de startups para vir construir o futuro da moda connosco. Vamos facilitar as interacções entre empresas e investidores", disse o presidente da Farfetch José Neves esta sexta-feira, 20 de Abril, durante a apresentação desta parceria em Lisboa.

O programa conta com o nome de "Dream Assembly" e foi criado para ser uma aceleradora tecnológica, isto é, ajudar ao lançamento de novas empresas.

Desta forma, vai proporcionar às startups que participarem neste programa oportunidades para fazerem contactos com empresas já estabelecidas da indústria da moda de forma a obterem conhecimento e financiamento para ajudar ao desenvolvimento destas startups.

Dez anos depois do seu lançamento, a Farfetch conta com "mais de dois milhões de clientes em todo o mundo, um terço na América do Norte, outro terço na Ásia e também na Europa, Rússia América Latina e Médio Oriente", afirmou José Neves.

A plataforma Farfetch vende roupa de 880 marcas e boutiques para 190 países em todo o mundo, contando com dois mil colaboradores em 12 países.

"Nós somos o líder no sector de venda online de luxo a preço cheio", isto é sem descontos, destacou o responsável da Farfetch.

"Queremos que estes novos empreendedores, que vão criar a Farfetch do futuro, beneficiem de tudo o que construímos até hoje", sublinhou José Neves.

Sobre o percurso da plataforma, o seu fundador admitiu que houve momentos de dificuldades. "Lançámos a Farfetch em 2008. Duas semanas depois o banco Lehman Brothers foi à falência" marcando o início da crise financeira mundial, recordou José Neves.

"Em 10 anos já fiz 10 rondas de investimento. Mas entre 2008 e 2010 não fiz rondas de investimento. Tivemos momentos muito dificeis. Conheci investidores em todos os cantos do mundo. Alguns que valeu a pena conhecer, outros que não valeu a pena conhecer", disse o líder da Farfetch.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI